Holofotes

Com Tiago Leifert, novo ‘BBB’ investe em público da internet

A nova casa do BBB é uma vila – Reprodução Gshow

Ana Paula Renault fez de tudo no “BBB16” (Globo). Discutiu com praticamente todos os demais participantes, tentou bater boca com a produção, saiu em um paredão falso, voltou gritando “olha ela” e acabou como a primeira participante eliminada após agredir um concorrente – deu dois tapas em Renan Oliveira durante uma festa.

E o público acompanhou tudo – ao menos pelas redes sociais. Fã-clubes, não só para ela, mas como para os demais candidatos foram montados e fizeram com que a última edição do reality tivesse alguma das maiores votações da história do programa.

O embate entre a própria Ana Paula e Juliana Dias passou dos 100 milhões de votos, marca que não era alcançada desde a décima edição do programa, em 2010.

Para tentar surfar nesse renascimento do reality entre os usuários da web, a 17ª edição do “ BBB” terá conteúdo exclusivo para eles.

No site oficial do programa, haverá uma mesa de debates, comandada pelo apresentador Rafael Cortez sobre os principais acontecimentos da casa. A emissora também ampliou a presença nas redes sociais, com perfis no Snapchat, Instagram e YouTube, além dos que já tinha em Twitter e Facebook.

A importância para a web é tanto que alguns influenciadores digitais, como Thaynara OG (uma das figuras mais populares do Snapchat), e o tuiteiro Cleytu foram chamados para conhecer a casa dias antes de os participantes entrarem no confinamento. O reality só estreia nesta segunda (23), após “A Lei do Amor”.

E, para tentar encontrar uma nova Ana Paula, a produção do “BBB” esteve em 11 capitais, além de vasculhar a internet em busca de possíveis candidatos do programa.

Desse processo, saiu um grupo mais diversificado, fugindo da ideia de que é preciso ser malhado e sarado para entrar no programa.

Entre os escolhidos, estão Marinalva de Almeida, 39, que disputou a Paraolimpíada do Rio, Ieda Wobeto, 70, a participante de mais idade da história do programa, e Roberta Diniz, 21, que prometeu não usar a academia, um dos locais mais populares do confinamento.

Por causa do elenco, as provas que valem liderança, anjo e comida serão equilibradas, para que todos tenham chance de vencer. Algumas serão de sorte, outras de lógica.

Mas isso quer dizer que não haverá as tradicionais provas de resistência? “Não, claro que não. Um participante não precisa vencer todas a provas”, diz Rodrigo Dourado, diretor da atração.

No restante, a dinâmica do jogo segue a mesma. Tirando alguma surpresa que pode acontecer para apimentar o jogo, às quintas um participante ganha a liderança e pode indicar, no domingo, um colega ao paredão. Os demais candidatos escolhem o outro. E nos dias seguintes os telespectadores definem quem deve sair.

Novo Comandante

A diferença é que dessa vez não haverá discurso de eliminação, uma vez que Pedro Bial será substituído por Tiago Leifert no comando do “BBB”.

O novo apresentador afirma que não está preocupado com as comparações com Bial. Nem com comentários que possa receber na internet -no ano passado, criticou Ana Paula após um barraco com Laércio de Moura.

“Ter vindo do esporte me ajuda nesse caso. Existe a torcida organizada e a comum. A organizada sempre vai defender para quem ela torce. Mas na comum a gente acaba ficando de olho para ver o que estão achando do programa”, afirma.

“Mas eu já avisei aos meus seguidores que vou usar menos as redes sociais durante o ‘BBB'”, completa o apresentador, que pretende chegar à Globo e só ir embora quando os participantes começarem a ir dormir.

Leifert disse, ainda, que acompanha o programa desde a segunda edição -a primeira não viu porque estava estudando nos EUA. Inclusive, mandava sugestão de provas para a produção do programa em anos anteriores. Agora, disse que está ajudando a definir como serão algumas das disputas.

*O jornalista viajou a convite da Globo.

Felipe Giacomelli
Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir