Sem categoria

Com reservas, Corinthians faz 6 no São Paulo no 1º jogo após o título

Campeão brasileiro antecipado, o Corinthians entrou em campo com o único trabalho de precisar levantar a taça ao final do clássico contra o São Paulo, neste domingo (22), no Itaquerão, pela 36ª rodada do torneio. 


Ao final dos 90 minutos, conquistou um dos resultados mais marcantes da campanha do hexacampeonato: vitória de 6 a 1 sobre o rival. Uma goleada que faz o Corinthians subir a 80 pontos e igualar o Cruzeiro do ano passado como a melhor campanha do Campeonato Brasileiro desde que o formato de pontos corridos com 20 equipes passou a ser adotado, em 2006.
Em uma fórmula que premia a regularidade, o time treinado por Tite mostrou que pode contar com seu banco de reservas. Apenas três dos jogadores titulares nos últimos jogos -Cássio, Felipe e Ralf- entraram em campo.
E foi um deles, o volante Ralf, que recebeu a missão de erguer a taça de campeão brasileiro ao final da goleada, para um público de 44.976 torcedores pagantes.
Ao São Paulo, resta torcer para o Santos não vencer o Coritiba, às 19h30 deste domingo, para não deixar o G4 na tabela e ficar fora da zona de classificação à Libertadores. O time do Morumbi permanece com 56 pontos.
O jogo
A goleada começou a ser construída aos 26 min do primeiro tempo. Felipe subiu e testou no canto direito do Denis, que mergulhou para fazer ótima defesa. No rebote, Bruno Henrique apareceu e completou para o gol.
Dois minutos depois, mais um gol de bola aérea. Romero apareceu livre na pequena área em cobrança de escanteio e cabeceou para o gol sem chance para Denis.
No último lance do primeiro tempo, mais um gol pelo alto. Danilo cruzou para a área, Edu Dracena subiu de cabeça e ganhou a disputa com Lucão. Denis fez a defesa parcial, mas rebateu a bola para o meio da área, dando tempo para o zagueiro completar de carrinho.
No intervalo, Milton Cruz escalou Luis Fabiano e Reinaldo nos lugares de Rogério e Bruno, respectivamente.
A mudança de peças não mudou a postura da equipe. Aos 15 min, o Corinthians chegou ao quarto com um golaço. Bruno Henrique girou sobre a defesa e tocou para Danilo, que com um toque de letra desmontou toda a zaga são-paulina. Lucca apareceu na área e enche o pé de primeira.
Logo depois, aos 18 min, Romero recebeu livre na direita, invadiu a área e cruzou rasteiro. Hudson deu o carrinho para evitar o passe e desviou para o próprio gol.
O São Paulo conseguiu descontar aos 24 min, quando Alan Kardec cruzou rasteiro da direita e Carlinhos completou de carrinho para marcar.
A goleada foi sacramentada aos 30 min. Romero ajeita de letra para a área e foi derrubado por Reinaldo. Na cobrança de pênalti, Cristian encheu o pé e acertou o canto direito de Denis.
A ótima fase corintiana foi sacramentada no final do jogo, quando Alan Kardec cobrou pênalti e Cássio conseguiu fazer a defesa.

Corinthians
Cássio; Fagner, Felipe, Edu Dracena e Uendel (Yago); Ralf; Danilo (Lincom), Bruno Henrique, Rodriguinho (Cristian) e Lucca; Romero
T.: Tite

São Paulo
Denis; Bruno (Reinaldo), Rodrigo Caio, Lucão e Carlinhos; Hudson e Wesley (Edson Silva); Michel Bastos, Thiago Mendes e Rogério (Luís Fabiano); Alan Kardec T.: Milton Cruz

Estádio: Itaquerão, em São Paulo
Público/renda: 45.469 (44.976 pagantes) / R$ 2.939.497,50
Árbitro: Péricles Bassols (RJ)
Cartões amarelos: Fagner (C); Bruno e Thiago Mendes (S)
Gols: Bruno Henrique (C), aos 23 min do 1º tempo; Romero (C), aos 28 min do 1º tempo; Edu Dracena (C), aos 45 min do 1º tempo; Lucca (C), aos 15 min do 2º tempo, Hudson (S), contra, aos 17 min do 2º tempo; Carlinhos (S), aos 24 min do 2º tempo; e Cristian (C), aos 31 min do 2º tempo

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir