Esportes

Com Luis Fabiano, Ganso e Osorio expulsos, São Paulo perde do Sport

Sao-Paulo

Com Ganso e Luis Fabiano expulsos já no fim do jogo, o São Paulo não conseguiu manter o embalo após duas vitórias consecutivas e perdeu do Sport por 2 a 0 na tarde deste domingo (19), na Arena Pernambuco, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com a derrota, o time do Morumbi desperdiçou a chance de voltar ao G4 ao ficar com os mesmos 24 pontos. Para piorar, perdeu duas posições e caiu para o sétimo lugar. Já o Sport, que não vencia há três partidas, voltou ao G4 ao chegar aos 27, na quarta colocação.

Apesar do resultado negativo, a torcida são-paulina ganhou a boa notícia sobre a confirmação de que Luis Fabiano continuará no clube após a negociação com o Cruz Azul, do México, não ser concretizada. O camisa 9 começou o jogo no banco de reservas e, quando entrou no gramado, o São Paulo já perdia por 1 a 0, gol de Élber ainda no primeiro tempo.

Mas, o centroavante não foi bem nos poucos minutos em que esteve em campo. Voltou a ficar impedido com frequência e foi expulso por reclamação. Pelo mesmo motivo, o meia Ganso também havia recebido o cartão vermelho minutos antes. Antes do apito final, até o técnico Osorio foi excluído da partida.

Nos acréscimos, Ferrugem, que havia acabado de entrar, aproveitou cruzamento e ampliou a vitória pernambucana antes do apito final.

O JOGO

Mesmo com poucas chances criadas no campo de ataque, o jogo foi bem disputado tecnicamente, com as duas equipes buscando trocas de passes em velocidade e jogadas pelos lados do campo.

Com os desfalques nas laterais, Osorio armou o São Paulo com três zagueiros (Rafael Toloi, pela direita, Lucão, centralizado, e Edson Silva, pelo lado esquerdo) e Thiago Mendes e Michel Bastos como alas.

E foi exatamente sobre estes jogadores improvisados que o Sport criou as melhores chances, e inclusive o seu gol, no primeiro tempo. Isso porque Marlone e Élber se aproveitaram da fragilidade na marcação dos alas são-paulinos e conseguiram chegar à grande área paulista em jogadas nas costas de ambos.

E, na melhor chance antes do intervalo, aconteceu o gol. Aos 33min, Marlone tabelou com André, que fez a devolução de calcanhar, e cruzou rasteiro para Élber, que chegou na frente de Michel Bastos para apenas escorar para o fundo do gol de Rogério Ceni.

Apesar dos erros defensivos, o São Paulo também teve boa presença ofensiva e, se não cometesse tantos erros no último passe, poderia ter criado mais oportunidades. Alexandre Pato, novamente, foi o melhor do time individualmente. Porém, perdeu a melhor chance do empate dos visitantes ao tentar fintar o goleiro Danilo Fernandes e ser desarmado pelo camisa 12 adversário.

O lance, no entanto, aconteceu logo em seguida ao árbitro André Luiz de Freitas Castro ter cometido grave erro. Aos 38min, o atacante André, ao fintar Hudson, foi derrubado dentro da grande área são-paulina, mas o árbitro marcou a infração fora, o que causou revolta dos jogadores do Sport.

Logo no começo do segundo tempo, o técnico Osorio desmanchou o sistema com três zagueiros ao colocar Luis Fabiano e Reinaldo nos lugares de Edson Silva e Centurión, respectivamente.

Mas, quem teve a melhor oportunidade de ampliar o placar foram os donos da casa. Aos 14min, após cobrança de escanteio, a bola sobrou quase na pequena área para o volante Rithely, que chutou forte, mas por cima do travessão do São Paulo.

No fim, Ganso se irritou com o árbitro e foi expulso do jogo. Logo na sequência, Luis Fabiano, que já tinha recebido o cartão amarelo por reclamação, também levou o vermelho. Até o técnico Osorio foi excluído do gramado por discordar da arbitragem.

Nos acréscimos, Ferrugem, que havia acabado de entrar, aproveitou cruzamento de André e fez 2 a 0 antes do apito final.

SPORT

Danilo Fernandes; Samuel Xavier; Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Wendel (Rodrigo Mancha), Marlone, Diego Souza (Régis) e Élber (Ferrugem); André. T.: Eduardo Baptista

SÃO PAULO

Rogério Ceni; Lucão, Edson Silva (Luis Fabiano) e Rafael Toloi; Rodrigo Caio, Thiago Mendes (Boschilia), Hudson, Michel Bastos e PH Ganso; Centurión (Reinaldo) e Alexandre Pato. T.: Juan Carlos Osorio

Estádio: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)

Assistentes: Alessandro Rocha Matos e Eduardo Gonçalves da Cruz

Renda/Público: 41.994 pagantes

Cartões amarelos: Renê (SPO)

Cartões vermelhos: Ganso e Luis Fabiano (SAO)

Gols: Élber, aos 33min do 1º tempo e Ferrugem, aos 48min do 2º tempo

 

Por Folha Press

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir