Sem categoria

Com foco no saneamento , Campanha da Fraternidade 2016 é lançada em Manaus na Praça do Prosamim de Santo Antônio

A solenidade de lançamento reuniu cerca de 300 pessoas – foto: Luis Henrique Oliveira

A solenidade de lançamento reuniu cerca de 300 pessoas – foto: Luis Henrique Oliveira

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic) lançam nesta Quarta-feira de Cinzas (10) a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016, com o tema ‘Casa Comum, Nossa Responsabilidade’ e o lema ‘Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca’, com foco no saneamento básico, no desenvolvimento, na saúde integral e na qualidade de vida.

Em Manaus, a cerimônia ocorreu na Praça do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim), localizada na rua Raul de Azevedo, Santo Antônio, Zona Oeste da cidade, próximo à bacia do São Raimundo, sob o comando do arcebispo metropolitano da arquidiocese, Dom Sergio Castriani. Ele assinalou que 90% da cidade não tem saneamento básico. A solenidade, que começou por volta das 9h, sob intenso sol e forte calor, reuniu cerca de 300 pessoas.

De acordo com , Dom Sergio, o mundo foi criado por amor e deve ser tratado com respeito e responsabilidade. “Nós fomos criados para cuidar da criação, da casa onde moramos e vivemos. É responsabilidade nossa, para nossa geração e gerações futuras. A Terra entregue por Deus para nós não tem sido bem cuidada, até o clima muda devido à poluição e emissão de gases. A campanha deste ano é ecumênica. Diz respeito a todos, ninguém está excluído desta responsabilidade”, alertou.

O arcebispo lembrou ainda que água, saneamento e resíduos sólidos devem ser pontos a serem analisados. “Em primeiro lugar, a captação e tratamento da água, por isso estamos aqui na beira do Igarapé. A água é vida, a responsabilidade pelo saneamento, também diz respeito ao tratamento de esgoto. Assim como resíduos sólidos. Para onde é jogado? Somos convidados então em primeiro lugar a refletir e nos informarmos do que é saneamento, como acontece e qual a nossa realidade”, explicou.

Presente na solenidade, a autônoma Terezinha Barros, 53, realizou um protesto como forma de expressar o sentimento de revolta frente aos problemas da cidade, que segundo membros da coordenação do evento, passa de 90%, com relação à falta de somente em Manaus.

“Eu trouxe essas garrafas e lixo, para mostrar sobre a poluição dos Igarapés e ruas da cidade. Precisamos cuidar bem da natureza e fazer o que podemos enquanto temos tempo para isso. Para que os donos do poder e do dinheiro possam realizar projeto e programas de melhoria, senão serão nossos filhos e netos que sofrerão com o resultado disso”, disse.

Uma das participantes fez um protesto individual em relação ao lixo acumulado nos igarapés, o que pode ocasionar doenças

Uma das participantes fez um protesto individual em relação ao lixo acumulado nos igarapés, o que pode ocasionar doenças

Raquel Nahim, 26, professora, membro da paróquia Nossa Senhora da Glória, diz que “é importante que as pessoas também se conscientizem e mudem ainda dentro de casa. Estamos aqui porque os moradores de áreas assim são os que mais sofrem por deus dessa falta de respeito com o próximo”, disse.

Para o presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Caama), Luiz Castro (Rede), o local escolhido para o lançamento foi emblemático. “O Prosamim é bom na parte da habitação, mas ainda está longe de ser o ideal no saneamento básico e na educação ambiental”, afirmou o deputado, ressaltando que o trabalho da Comissão de Meio Ambiente será intensificado na questão dos igarapés, em 2016.

Campanha ecumênica
Dom Sergio lembrou que a Campanha da Fraternidade deste ano foi elaborada pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), do qual fazem parte cem igrejas e não somente a Igreja Católica.

A primeira campanha da fraternidade ecumênica foi realizada em 2000, com o tema ‘Dignidade Humana e Paz’ e lema ‘Novo milênio sem exclusões’. A segunda, em 2005, teve como tema ‘Solidariedade e Paz’ e lema ‘Felizes os que promovem a paz’. A campanha de 2010 tratou de ‘Economia e Vida’, a partir do lema ‘Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro’.

O arcebispo lembrou que nesta Quarta de Cinzas, a igreja católica inicia também o período da Quaresma, a preparação para a Pascoa. Uma missa deve ser realizada por volta das 18h na Catedral Metropolitana de Manaus, no Centro.

Por equipe EM TEMPO Online
Com informações de Luis Henrique Olivier e Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir