Economia

Com estabilidade no preço, cesta básica de Manaus passa a ocupar 16ª posição no ranking nacional

Os dados mostram que a Cesta Abrasmercado indica a evolução dos preços em 35 produtos de grande consumo como frutas, legumes e verduras, carnes, cereais, bebidas e itens de higiene e limpeza - foto: divulgação

A predominância de alta ocorreu no preço do arroz, leite, feijão, café e carne – foto: divulgação

No mês de setembro, o conjunto de itens da cesta básica de Manaus praticamente não apresentou alterações em relação a agosto, diminuindo apenas -0,01%. Com isso, o valor dos 12 produtos que compõem a cesta fiou em R$ 401,4, contra R$ 401,50 do mês anterior.

A informações foram divulgadas na manhã desta quinta-feira (6) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), segundo o qual a cesta da capital do Amazonas passou a ocupar a 16° colocação no ranking das cestas, dentre as 27 capitais onde é realizada a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos.

Ainda de acordo com a pesquisa, sete produtos da cesta de Manaus apresentaram alta e cinco tiveram queda nos seus preços no mês analisado.

A predominância de alta ocorreu no preço do arroz, leite, feijão, café e carne, enquanto óleo, banana e tomate tiveram redução do valor, fato que contribuiu para a pequena.

O arroz (8,24%) foi o produto que apresentou maior alta no mês seguido do leite (5,39%), do feijão (3,10%), do café (2,86%), da carne (2,37%), do açúcar (2,07%) e da manteiga (0,76%). O óleo (-5,90%) foi o produto que apresentou maior queda no mês seguido da banana (-5,45%), do tomate (-3,52%), da farinha (-2,30%), do pão (-0,13%).

O custo da cesta básica para o sustento de uma família de quatro pessoas (dois adultos e duas crianças, sendo que estas consomem o equivalente a um adulto) foi de R$ 1.204,32 durante o mês de setembro. Esse valor equivale a aproximadamente 1,37 vezes o salário mínimo bruto, fixado pelo governo federal em R$ 880. No mês anterior, o custo da cesta básica para esta mesma família era maior e foi de R$ 1.204,50.

Portal EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir