Esportes

Com esperança de competir, nadadores russos banidos treinam no Brasil

A Rússia ainda fará uma última tentativa para que os três atletas possam participar das competições - foto: reprodução

A Rússia ainda fará uma última tentativa para que os três atletas possam participar das competições – foto: reprodução

Três dos sete nadadores russos proibidos de competir nos Jogos Olímpicos do Rio continuam treinando em São Caetano, onde a delegação russa de natação está se aclimatando.

Nikita Lobintsev, Vladimir Morozov e Daria Ustinova estão fora da Rio-2016 por estarem ligados ao esquema de doping denunciado em relatório divulgado pela Wada (Agência Mundial Antidoping).

A Rússia ainda fará uma última tentativa para que os três atletas possam participar das competições.

A suspensão foi decidida pela Fina (Federação Internacional de Natação) um dia após o COI (Comitê Olímpico Internacional) delegar a decisão sobre a participação da Rússia nos Jogos Olímpicos do Rio às federações internacionais de cada esporte.

Em nota, a Fina declarou que tomou a “medida de emergência no contexto da Rio-2016 para proteger a integridade do esporte e os atletas limpos”.

Outros quatro nadadores já haviam tido a inscrição cancelada pelo Comitê Olímpico da Rússia por já terem sido suspensos em casos de doping anteriores. A medida é uma requisição imposta pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) anunciada no domingo (24).

Entre os excluídos por casos anteriores de doping está Iulia Efimova, atual campeã mundial da prova de 100m peito, medalha de bronze em Londres-2012 e uma das favoritas a subir ao pódio nos Jogos.

Os russos seguirão para o Rio no dia 3 de agosto, dois dias antes da abertura.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir