Esportes

Com equipe reserva, Corinthians vence o Botafogo pelo Paulista

Com o placar já definido à favor, o técnico Tite tirou Giovanni Augusto e Guilherme, jogadores provavelmente titulares na partida da próxima quarta - foto: divulgação

Com o placar já definido à favor, o técnico Tite tirou Giovanni Augusto e Guilherme, jogadores provavelmente titulares na partida da próxima quarta – foto: divulgação

Líder do grupo D do Paulista, o Corinthians não encontrou dificuldades para bater o Botafogo por 3 a 0. Os gols foram de Felipe, Danilo e Maycon.

O Corinthians começou a partida deste domingo (13) contra o Botafogo, em Ribeirão, sem sete jogadores considerados titulares. O técnico Tite poupou seus atletas para a partida decisiva contra o Cerro Portenho, na quarta (16), pela Libertadores.

Com o resultado, o Corinthians chegou aos 20 pontos no grupo D e lidera com folga a classificação geral do Paulista.

Já o Botafogo permanece com apenas dez pontos ganhos no grupo A. A equipe de Ribeirão é um dos seis clubes que hoje cairiam para a série A-2 do Estadual.

O JOGO

Mesmo sem muito entrosamento, a equipe que entrou em campo manteve o padrão de jogo com trocas de passes e contra-ataques rápidos pelas laterais do campo, principalmente com Luciano e Giovanni Augusto, um dos poucos titulares que atuaram.

A primeira chance de gol foi aos 9 min, quando o lateral corintiano Uendel cruzou da esquerda para cabeçada de Guilherme. O goleiro Neneca precisou fazer uma defesa em dois tempos para afastar o perigo.

Em sua partida de número 100 com a camisa alvinegra, o zagueiro Felipe estufou a rede quando a bola sobrou em seu pé depois de cobrança de escanteio, aos 17 min. Foi o primeiro gol na temporada do zagueiro, que chegou ao clube em 2012 e ganhou a vaga de titular no último ano.
Antes da partida, Felipe foi homenageado pela diretoria do Corinthians com um placa e uma camiseta alusivas às 100 partidas.

Aos 22 min surgiu a primeira boa chance do Botafogo. O atacante Alemão recebeu na entrada da área e bateu forte. Walter, que substituiu o goleiro Cássio, fez boa defesa no chão.
Com a vantagem, o time de Tite priorizou a posse de bola e esperando o momento certo para atacar. Em uma dessas oportunidade, Guilherme acertou mais uma boa cabeçada, para mais uma boa defesa de Neneca.

Logo em seguida, aos 31 min, o goleiro do time de Ribeirão fez uma ótima defesa em cobrança de falta de Giovanni Augusto, esse um dos melhores em campo.

Quando o Corinthians estava mais próximo do segundo gol, uma forte chuva caiu na região do estádio Santa Cruz, diminuindo o ritmo do jogo até o final da primeira etapa.

Na volta do intervalo, como numa típica tarde de verão, a chuva deu lugar a um céu limpo de nuvens e muito sol.

O técnico Tite elogiou a postura tática da equipe na primeira metade do jogo, explorando as triangulações pelas laterais do campo, porém ressaltou que o bom jogo não bastava. “Temos que transformar as oportunidades em mais gols”, disse.

E os comandados de Tite obedeceram e logo aos 4 min Uendel cobrou falta na cabeça do veterano Danilo, ampliando o placar para o Corinthians.

Acuado, o Botafogo não conseguia tirar o Corinthians do seu campo, tendo o goleiro Neneca como seu melhor jogador por fazer seguidas defesas.

Contudo, o terceiro gol do time alvinegro saiu de uma falha do goleiro, que espalmou a bola para o meio da área depois de cruzamento. O garoto Maycon, 18, só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol. Foi a primeira vez que o meia marcou pelo time profissional do Corinthians.

Com o placar já definido à favor, o técnico Tite tirou Giovanni Augusto e Guilherme, jogadores provavelmente titulares na partida da próxima quarta, em Itaquera.

BOTAFOGO

Neneca; Daniel Borges, Caio Ruan, Mirita e Jussandro (Diego Pituca); Moradei, Rodrigo Thiesen, Allan Dias (Serginho) e Danilo Bueno; Diego Campos e Alemão (Nunes). T.: Márcio Fernandes

CORINTHIANS

Walter; Edílson, Felipe, Balbuena e Uendel; Willians, Giovanni Augusto (Lucca), Maycon, Guilherme (Alan Mineiro) e Danilo; Luciano (Romero). T.: Tite

Gols: Felipe, aos 18min do 1º tempo; Danilo, aos 3min, e Maycon, aos 20min do 2º tempo
Cartões amarelos: Danilo Bueno e Mirita (B)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Estádio: Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir