Mundo

Com apoio russo, Exército sírio abre nova frente de combate perto de Alepo

O Exército da Síria, apoiado pela Força Aérea da Rússia e por milícias aliadas do governo de Bashar Al Assad, abriu hoje (16) uma nova frente de combate contra as forças rebeldes ao Sul de Alepo, segunda maior cidade do país.

A nova ofensiva ocorre no mesmo dia em que a Turquia anunciou ter abatido um avião não tripulado (drone) de origem desconhecida que violou o espaço aéreo turco perto da fronteira com a Síria. É a quarta ofensiva que o governo Assad lança desde que a Rússia, tradicional aliada da Síria, iniciou os ataques aéreos ao país, em 30 de setembro.

Prova do seu forte envolvimento no conflito sírio, a Rússia anunciou hoje que sua força aérea fez 600 voos e realizou ataques contra mais de 380 alvos desde o início da sua intervenção naquele território.

A cidade de Alepo está dividida entre as forças governamentais, que controlam a zona oeste, e as forças rebeldes, que detêm o controle da zona leste, desde meados de 2012.

O comando conjunto para a operação militar em Alepo emitiu um comunicado em que informa que o Exército sírio iniciou operações na periferia oeste e sul da cidade com o objetivo de “libertar [a população de Alepo] dos grupos armados terroristas”. Na nota, o comando adverte que qualquer habitante da região que cooperar com os rebeldes passa a ser encarado como alvo militar.

A guerra civil que afeta a Síria há mais de quatro anos já fez mais de 250 mil mortos, dos quais cerca de 74 mil são civis, segundo um novo balanço de vítimas divulgado hoje pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir