Sem categoria

Com ajuda do tomate, preço da básica de Manaus caiu 3,27% em julho, aponta Dieese

Entre os itens que impulsionaram o recuo no valor está o tomate, que despencou 11,57% - foto: arquivo EM TEMPO

Entre os itens que impulsionaram o recuo no valor está o tomate, que despencou 11,57% – foto: arquivo EM TEMPO

Após vários meses de altas consecutivas, o preço da cesta básica de Manaus apresentou no que dada de 3,27% em julho, segundo pesquisa mensal do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), divulgada nesta quinta-feira (6). Entre os itens que impulsionaram o recuo no valor está o tomate, que despencou 11,57%.

Conforme o Dieese, no mês de junho o consumidor amazonense pagou R$ 352,35 pelos 12 produtos que compõe a cesta básica, enquanto em julho essa valor caiu para R$ 340,84. O estudo mostra ainda que com a redução do preço da cesta básica no mês passado, Manaus passou a ocupar a 10º posição na lista das 18 capitais onde a pesquisa é realizada.

A pesquisa feita pelo Dieese apontou ainda que o salário mínimo necessário para sustentar uma família de quatro pessoas é de R$ 3.325,37 que representa 4,22 vezes mais que os tauais R$ 788,00.

O supervisor técnico do Dieese no Amazonas, Inaldo Seixas, informou que a variação no preço da cesta básica tem como motivador o ‘choque de preço’. “Isso se deve aos choques de oferta. Aumenta a oferta cai o preço, diminui a oferta aumenta o preço”, argumentou.

Os produtos que apresentaram queda foram: Tomate (-11,57%), banana (-7,99%), feijão (-3,62%), arroz (-2,95%), café (-2,28%), e o óleo (-0,82%).

Os produtos que apresentaram alta, em relação ao mês de junho, foram: Açúcar (4,86%), farinha (3,94%), leite (2,99%), pão (2,29%), carne (0,60%), e a manteiga (0,57%).

Por Asafe Augusto

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir