País

Com a ajuda de aeronaves, 85 brigadistas tentam apagar incêndio em Mato Grosso

O combate ao incêndio que atinge o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso, segue com o trabalho de 85 homens e o uso de helicópteros e avião para o lançamento de água. Hoje (5), o trabalho de combate ao incêndio foi iniciado às 4h da manhã e prossegue à noite, quando a temperatura ambiente é menor e o ar fica mais úmido.

O combate conta com 40 brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), 25 brigadistas do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e 20 bombeiros apoiados por dois helicópteros, além de avião do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, usado para o lançamento de água.

De acordo com o ICMBio, a estratégia montada para o combate ao fogo obteve êxito já que ontem (4) havia uma linha de mais de cinco quilômetros de fogo e hoje essa extensão foi reduzida.

O incêndio começou no final da tarde de terça-feira (1°), na Morraria do Coxipó do Ouro, entorno do Parque Nacional. Na sexta-feira (4), o fogo atingiu a Unidade de Conservação.

Desde a manhã de sexta-feira os atrativos Mirante do Véu de Noiva e Cachoeirinha estão fechados à visitação, em razão de incêndio. A visitação só será reaberta quando os focos forem eliminados. De acordo com o ICMBio, os principais atrativos do parque não foram atingidos até o momento. Entre eles, o Véu de Noiva, o Circuito de Cachoeiras e o Morro São Jerônimo.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir