Cultura

Com 83 atrações, Festival de Inverno de Bonito evidencia cultura regional

Até domingo (31), o evento promove 15 horas diárias de atividades gratuitas - foto: divulgação

Até domingo (31), o evento promove 15 horas diárias de atividades gratuitas – foto: divulgação

Começou nesta quinta-feira (28), a 17ª edição do Festival de Inverno de Bonito, no Mato Grosso do Sul.

Até domingo (31), o evento promove 15 horas diárias de atividades gratuitas, com shows, peças de teatro, exposições e sessões de cinema em diversos pontos da cidade.

Destaques da programação musical, os pernambucanos do Nação Zumbi resgatam o repertório de seu segundo álbum de estúdio, “Afrociberdelia”, na sexta-feira (29), e Elza Soares entoa as canções de seu trabalho mais recente, “A Mulher do Fim do Mundo”, no sábado (30).

A mostra audiovisual exibe produções que evidenciam aspectos regionais, como “A Poeira”, ficção de Hélio Godoy, e “Cordilheira de Amoras II”, documentário de Jamille Fortunato sobre a infância de uma índia guarani-kaiowá.

No sábado, uma mesa redonda abordará temas como a geologia da Serra da Bodoquena, no sudoeste do Pantanal, e a criação da Fundação Casa Memorial do Homem Kariri.

Em sua última edição, o evento recebeu artistas como Zeca Baleiro e Sérgio Reis e atraiu 33 mil pessoas -a expectativa da organização é manter a média neste ano.

Mais informações e programação completa são encontradas no site do festival.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir