Sem categoria

Colombianos e brasileiro são presos com 108 quilos de skunk, avaliados em mais de R$ 1 milhão

Os homens serão levados para a Cadeia Pública Desembargador Vidal Pessoa - foto: Janailton Falcão

Os homens serão levados para a Cadeia Pública Desembargador Vidal Pessoa – foto: Janailton Falcão

A Policia Civil apresentou na manhã desta quarta-feira (9) os colombianos Camilo Andres Rodrigues Sanches, 34, e Cristian Maurício Morales, 25, além do brasileiro Mário Jorge Rocha Maquine, 33, presos na última segunda-feira (7) com 108 quilos de maconha, no bairro Grande Vitoria, Zona Leste de Manaus.

A polícia informou que o trio foi preso após um mês de investigação. Na tarde da última segunda-feira (7), a polícia recebeu uma denúncia anônima informando que haveria entrega de uma grande quantidade de droga, na avenida Perimetral, bairro Grande Vitoria, Zona Leste da cidade.

De acordo com o delegado titular do Departamento Sobre Narcóticos (Denarc), Samir Freire, os policiais ficaram de campana e no momento que viram um carro modelo Chevrolet Prisma, cor preta e placa NOQ-666, em atitude suspeita entraram em ação. Com Mário Jorge e Cristian foram apreendidos dois quilos de skunk (a super maconha).

Após pressão da polícia, um dos suspeitos informou que o restante da droga estava em uma quitinete localizada na rua Cruzeiro do Sul, no mesmo bairro. No local estava o colombiano Camilo. Durante revista pelo imóvel, foram encontrados 106 quilos da mesma substância.

O delegado ainda informou que Camilo era o dono da droga, que está avaliada em mais de R$ 1 milhão. O entorpecente, que segundo a polícia é oriunda da Colômbia, iria abastecer todos os bairros da capital amazonense.

Samir Freire ainda destacou que o trio é fornecedor da Facção Criminosa Família do Norte (FDN). A polícia teve acesso a vários extratos bancários que comprovam que o suspeito recebia uma quantia mensal de R$ 100 mil da facção.

No momento da prisão, Camilo tentou subornar um investigador do Denarc, oferecendo a quantia de R$ 18 mil para ele liberá-lo.

O suspeito foi autuado por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Camilo também foi autuado por tentativa de suborno. Os homens serão levados para a Cadeia Pública Desembargador Vidal Pessoa, no Centro da cidade.

Por Mara Magalhães
Com informações de Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir