Dia a dia

Colombiano e taxista são presos em Manaus com R$ 24 mil em espécie e droga avaliada em R$ 400 mil

A dupla foi presa em flagrante e apresentada nesta quarta - foto: divulgação/PC

A dupla foi presa em flagrante e apresentada nesta quarta – foto: divulgação/PC

O colombiano José Eduardo Marquez Hoyos, 48, e o taxista Igleyson Marinho Vaz, 25, foram apresentados na manhã desta quarta-feira (28), na Delegacia Geral, por tráfico de drogas. Com eles foram apreendidos R$ 24 mil em espécie e aproximadamente 50 quilos de skunk. A droga está avaliada em R$ 400 mil.

A dupla foi presa em flagrante durante uma ação conjunta, entre policiais do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) e policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), na tarde dessa terça-feira (27), por volta das 15h, na avenida 7 de Setembro, próximo à Praça Heliodoro Balbi, conhecida como Praça da Polícia, no Centro da cidade. A droga foi apreendida na casa de Igleyson, situada na rua Canário, bairro Petrópolis, Zona Sul.

De acordo com o diretor do Denarc, delegado Paulo Mavignier, os suspeitos estavam sendo investigados há um mês, após uma denúncia anônima informando que um colombiano estava hospedado em um hotel na rua Joaquim Nabuco, no Centro de Manaus, onde estaria comercializando drogas.

As equipes montaram campana nas proximidades do local informado na denúncia e avistaram o momento em que José Eduardo saiu em direção à praça. Ele estava esperando o taxista Igleyson para pegar com dois tabletes de drogas.

No momento em que Igleyson chegou ao lugar, os policiais o abordaram. Com o taxista foram encontrados os dois tabletes de drogas que ele iria entregar ao comparsa. Questionado sobre a procedência do entorpecente, ele informou que na residência dele havia mais drogas que pertenciam ao colombiano.

Os policiais foram até a casa de Igleyson onde encontraram dentro de outro carro, um Honda Civic, de cor preta, mais 39 tabletes de drogas da mesma substância. Durante a ação, no hotel onde o colombiano estava hospedado, havia R$ 24 mil em espécie e um relógio Rolex original.
Em depoimento o taxista informou que a droga pertencia ao colombiano e que apenas guardava o material pela quantia de R$ 5 mil.

A dupla foi autuada por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Após os procedimentos, os suspeitos serão levados para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital.
Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir