Esportes

Colômbia realiza primeiro treino em solo amazonense

colombia_ricardo_oliveira

Seleção tem cinco jogadores que participaram da campanha do Atlético Nacional, campeão da Libertadores 2016 – foto: Ricardo Oliveira

De olho na inédita conquista de uma medalha de ouro nos Jogos Olímpicos, a seleção da Colômbia realizou o primeiro treino em solo amazonense. Após desembarcar na cidade na madrugada de domingo (31), ter cancelado a atividade previamente agendada pela manhã e adiado o horário do trabalho da tarde, os sul-americanos pisaram no gramado do estádio Ismael Benigno, a Colina, por volta das 18h.

Dentre os jogadores, cinco conquistaram a Copa Libertadores da América pelo Atlético Nacional-COL: o goleiro Cristian Bonilla, o zagueiro Felipe Aguilar, o volante Sebastián Pérez, e os atacantes Arley Rodríguez e Miguel Borja, que marcou quatro gols no São Paulo, durante a semifinal do torneio e anotou o tento que garantiu o segundo título do time de Medellin.

Com apenas 23 anos, mas já experiente com a camisa da seleção colombiana – disputou dois Mundiais sub-20 e a Copa América Centenário –, Pérez espera surpreender durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Apesar do pouco tempo em Manaus, o volante prevê dificuldades para as duas partidas do seu selecionado na capital amazonense.

“Temos que estar tranquilos, nos preparar muito bem, sabemos que as condições são difíceis aqui, nesta cidade onde estamos faz muito calor. Não conhecemos tão bem os rivais, mas temos que pensar principalmente no que nós podemos fazer, no que podemos conseguir”, avaliou o jogador.

Além dos campeões da América pelo Nacional, os colombianos contarão com os reforços do zagueiro William Tesillo (Santa Fe-COL) e dos atacantes Dorlan Pabón (Monterrey-MEX) e Teo Gutiérrez (Sporting-POR), todos acima de 23 anos. Com esses nomes, Pérez acredita que a seleção chega forte, com o toque de experiência necessário para chegar longe nas Olimpíadas.

“Muito importante para nós (contar com os jogadores acima dos 23 anos), acredito que são jogadores com muita trajetória, têm demonstrado nos seus clubes o importante que são. Então nós, obviamente, os recebemos com os braços abertos. Sabemos que vão ajudar muito, tomara que nós também possamos estar à altura para que eles possam brilhar e que todos nós consigamos o objetivo final”, declarou o volante.

O técnico Carlos Restrepo comandou uma atividade com ênfase no posicionamento com controle e toque de bola. Após cerca de 40 minutos, a atividade foi fechada para a imprensa, que não pôde acompanhar o restante do trabalho.

Os colombianos farão as duas primeiras rodadas das Olimpíadas na Arena da Amazônia Vivaldo Lima. A estreia será na quarta-feira (4), às 18h, contra a Suécia. No domingo (7), encara o Japão, no mesmo local, às 21h. As partidas valem pelo Grupo B.

Suécia

Em Manaus desde sábado, a Suécia cumpriu religiosamente sua programação. Às 18h, a seleção iniciou treinamento no estádio Carlos Zamith, bairro Coroado, Zona Leste da capital. Sem a presença do sol no céu, mas com a temperatura batendo a casa dos 30ºC, os comandados do técnico Erik Hamren treinaram por cerca de duas horas. Com um primeiro trabalho realizado em campo reduzido, o treinador europeu aproveitou para trabalhar também jogadas ensaiadas.

Por André Tobias

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir