Esportes

COI pede ‘candidato externo de alta integridade’ para presidência da Fifa

 

De acordo com as regras do Comitê de Ética, há um prazo de dois dias para apelação- foto: divulgação/Fifa

De acordo com as regras do Comitê de Ética, há um prazo de dois dias para apelação- foto: divulgação/Fifa

Poucas horas depois da suspensão de Joseph Blatter, presidente da Fifa, e de Michel Platini, mandatário da Uefa, o COI (Comitê Olímpico Internacional) anunciou nesta quinta-feira (8) que espera que a entidade máxima do futebol libere a inscrição de candidatos externos em seu pleito presidencial.

Em um comunicado, o presidente do COI, Thomas Bach, disse que a Fifa deve estar “aberta para candidatos externos de credibilidade e com alta integridade, para empreender as reformas necessárias e trazer estabilidade e integridade à instituição”.

“Já é suficiente. Esperamos que agora, finalmente, todos na Fifa entenderam que não podem continuar passivos. Eles devem agir rapidamente para recuperar a credibilidade, porque você não pode sempre dissociar a credibilidade da Fifa da credibilidade do futebol”, afirmou Bach no comunicado.

O Comitê de Ética da Fifa anunciou nesta quinta que suspendeu das atividades do futebol tanto Blatter como Platini, candidato à presidência da entidade, por 90 dias.

Com a decisão, por exemplo, eles não podem, em tese, participar de reuniões e eventos em nome das entidades que representam.

De acordo com as regras do Comitê de Ética, há um prazo de dois dias para apelação, sem direito a efeito suspensivo da decisão tomada. O prazo de 90 dias, prorrogável por mais 45, é o máximo previsto.
“A Fifa precisa entender que agora é mais do que uma lista de candidatos. É também um problema estrutural e não será resolvido apenas com a eleição de um novo presidente”, disse Bach.

O presidente do COI disse ainda que a Fifa precisa “acelerar e aprofundar a reforma do processo a fim de cumprir com responsabilidade, transparência e todos os princípios de uma boa governança, tal como expresso em nosso programa de reforma, a Agenda Olímpica 2020”.

Com o afastamento de Blatter, quem assume a presidência é o cartola camaronês Issa Hayatou, atual presidente da Confederação Africana de Futebol.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir