Economia

CMN aprova destinação de recursos do mercado financeiro ao crédito rural

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje (2) resolução que direciona mais recursos para o crédito rural. A resolução estabelece que os bancos serão obrigados a destinar ao crédito rural os recursos captados no mercado financeiro por meio de Letras de Crédito do Agronegócio (LCA).


A regra vale para a data em que as LCAs forem lastreadas, em direitos creditícios originados de financiamentos rurais, contratados com recursos dos depósitos à vista ou da poupança rural.

De acordo com nota divulgada pelo Banco Central (BC), o direcionamento dos recursos se torna obrigatório a partir de hoje, no percentual de, no mínimo, 50% dos valores das LCAs emitidas entre essa data e 31 de maio de 2016. A partir de 1º de junho de 2016, esse percentual sobe para 100%.

O BC informa ainda que as instituições financeiras poderão destinar parte desses recursos, até o limite de 50%, a financiamentos agroindustriais de comercialização, de beneficiamento e de industrialização de produtos de origem agropecuária e de insumos utilizados nessa atividade.

A medida faz parte do Plano Safra divulgado hoje pelo governo federal. O Plano Safra 2015/2016 vai disponibilizar R$187,7 bilhões em recursos, sendo R$149,5 bilhões para financiamento de custeio e comercialização e R$ 38,2 bilhões para os programas de investimento. O valor é 20% maior que o da safra anterior, de R$ 156,1 bilhões.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir