Esportes

Clássicos agitam penúltima rodada da primeira fase do campeonato amazonense

Equipes entram em campo pela 12ª rodada do campeonato amazonense - foto: Antônio Assis/FAF

Equipes entram em campo pela 12ª rodada do campeonato amazonense – foto: Antônio Assis/FAF

Motivos não vão faltar para você, torcedor amazonense, prestigiar o futebol local nesta quarta-feira (12). Além de ser feriado nacional e dia das crianças, teremos grandes jogos nos três principais estádios da cidade, todos às 16h. Na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, teremos a disputa do clássico Pai-Filho, entre Fast e Nacional. Não bastasse a tradição das duas equipes, o confronto vale a liderança do Barezão 2016.

Líder com 25 pontos, dois a mais que o Leão da Vila Municipal, o Rolo Compressor tem a chance de assegurar a primeira colocação na tabela de classificação em caso de vitória, o que possibilitaria o time comandado pelo técnico João Carlos Cavalo jogar pelo empate na semifinal, independente do adversário. O jogo desta quarta-feira tem um ingrediente especial: além de ser um clássico, o Nacional foi a única equipe que derrotou o Fast na competição.

Pelo lado do Leão, a expectativa é por uma vitória que recoloque o time na liderança, ou, na pior das hipóteses, um empate que assegure ao Nacional a segunda colocação na tabela ao final da primeira fase, que também dá direito à vantagem de jogar por um empate na semifinal contra qualquer adversário. Diferentemente do jogo do primeiro turno, quando ainda contava com os atacantes Polaco e Rafael para superar o rival – ambos estão fora do campeonato por conta de contusões graves, os comandados pelo técnico Álvaro Migueis terão uma missão mais complicada do que aquela do primeiro turno.

Vale G-4

As outras duas partidas desta tarde são fundamentais para a definição da última vaga do G-4. No estádio Ismael Benigno, a Colina, o São Raimundo pode dar um importante passo na luta pela passagem à segunda fase do Campeonato Amazonense. Com dez pontos, o Tufão recebe o Rio Negro, rival direto na briga pela quarta posição, hoje em posse do time comandado pelo técnico Alberone. O momento, porém, não anima: a última vitória do time alviceleste foi na última rodada do primeiro turno.

Em contrapartida, o Galo da praça da Saudade ganhou fôlego nas últimas rodadas e não sabe o que é perder há três jogos. No confronto entre as duas equipes no primeiro turno, disputado na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, a partida ficou no 1 a 1. Em seu comando técnico, o Rio Negro ainda conta com Aderbal Lana, um dos treinadores mais vitoriosos da história do campeonato estadual.

No estádio Carlos Zamith, o Manaus FC tem a chance, dependendo do resultado da partida entre São Raimundo e Rio Negro, de entrar no G-4 na penúltima rodada da primeira fase. Com dez pontos conquistados e na quinta colocação, o Gavião do Norte enfrenta o lanterna Nacional Borbense, que ainda não venceu ninguém e já está rebaixado à Série B em 2017.

André Tobias
Jornal EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir