Sem categoria

Clássico dos milhões decidirá finalista do carioca

Vasco e Flamengo entrarão em campo no domingo (24), pela semifinal do campeonato carioca - foto: divulgação

Vasco e Flamengo entrarão em campo neste domingo (24), pela semifinal do campeonato carioca – foto: divulgação

Após ser palco da decisão da Taça Guanabara, a Arena da Amazônia recebe neste domingo (22) mais um grande clássico carioca. A partir das 15h (de Manaus), Vasco e Flamengo fazem uma das semifinais do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro. Para o clássico do Milhões, a torcida amazonense promete lotar o estádio. Todos os ingressos para o duelo foram vendidos em menos de 48 horas. Campeão do primeiro turno da competição, o clube cruz-maltino entra em campo com a vantagem do empate, forçando assim, o Flamengo correr atrás da vitória para avançar à final do Estadual.


Invicto há 21 jogos, o Vasco entra em campo embalado. No último domingo (17), a equipe se sagrou campeão da Taça Guanabara após vencer por 1 a 0 o Fluminense na própria Arena. O título lhe garantiu a vantagem do empate na fase decisiva. Apesar disso, o elenco vascaíno só pensa na vitória diante do rival.

“Sabemos que a vantagem do empate é importante por se tratar de um clássico, sempre muito marcado pelo equilíbrio. Mas não podemos trabalhar em cima disso, pois se não vamos cometer um erro muito grande. O importante é jogarmos como se a vitória fosse o único resultado interessante, pois é assim que estamos conseguindo os bons resultados”, avaliou o lateral-direito Madson.

Outro titular vascaíno a pregar o mesmo pensamento é o meia Andrezinho. “Se jogarmos fechados, recuados, esperando que o Flamengo venha até o nosso campo, vamos acabar sendo dominados e perdendo o jogo. O Vasco precisa deixar de lado a vantagem, porque tem condições de fazer um bom jogo e buscar a vitória. Jogar pelo empate seria um risco desnecessário em um momento da competição em que normalmente se dá bem o time que mais consegue se impor em campo”, disse o apoiador.

Para o confronto de logo mais, o técnico Jorginho não poderá contar com dois jogadores considerados titulares. Expulso após desentendimento com o volante Edson, Marcelo Mattos cumprirá suspensão automática. Outra baixa será na lateral–esquerda. Júlio Cesar não se recuperou de lesão e segue fora da equipe. Assim, quem continua no time principal é o jovem Henrique. Portanto, o Vasco deve entrar em campo com: Martin Silva; Madson, Rodrigo, Luan e Henrique; Diguinho, Júlio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Riascos.

Craque do time, o meia-atacante Nenê acredita que o confronto será muito equilibrado. Para o camisa 10, o finalista será o time que mesmo errar durante os 90 minutos de jogo.

“Não dá para pensar em um jogo sem muito equilíbrio. Portanto, vamos precisar de muita cautela para trabalharmos o jogo. O Flamengo tem qualidade e o Vasco também. Portanto, será um jogo de detalhes”, citou Nenê.

Questionado sobre a polêmica envolvendo o zagueiro e capitão cruz-maltino, Rodrigo, com o artilheiro rubro-negro, Paolo Guerreiro, no último encontro, o meia afirmou que ambos os atletas precisam manter a calma e controle durante o clássico para que sua equipe não saía prejudicada por alguma confusão.

“Acho difícil achar um cara tão chato como o Rodrigo, mas ele não é desleal. É um jogador que não deixa espaço para o atacante. É complicado. Não pode passar do limite e prejudicar a ele mesmo ou o time. Ele sabe disso, tem uma cabeça boa, sabe o momento certo de fazer as coisas sendo leal. Quando ultrapassa o limite, tem problema, como da última vez. Faz parte do futebol, da rivalidade, mas que fique somente dentro de campo”, completou o camisa 10.

Por André Tobias e Thiago Fernando

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir