Esportes

Circuito Master de Natação comprova favoritismo de ícones da natação amazonense

Além do número recorde de participantes, a experiência dos atletas garantiu uma competição de alto nível técnico e o intercâmbio com os mais novos - foto: divulgação

Além do número recorde de participantes, a experiência dos atletas garantiu uma competição de alto nível técnico e o intercâmbio com os mais novos – foto: divulgação

Movimentando as ‘braçadas’ mais experientes do esporte local, a 2ª Etapa do Circuito Master de Natação Paulo Caju reuniu neste sábado, dia 18, um total de 48 atletas na piscina da Aquática Amazonas, na Avenida Ephigenio Salles, e confirmou que o favoritos dos pódios nas décadas de 70, 80 e 90, continuam em alta.

Eduardo Picininni foi um dos que provou que o tempo apenas o fez colecionar mais histórias e, nem de longe, afastou sua habilidade em dar show nas piscinas. O atleta, que foi o primeiro nadador amazonense a participar de uma Olimpíada, a de Barcelona em 1992, conquistou o lugar mais alto do pódio pelo Circuito Máster, após deixar Herberth de Lima para trás, com o tempo de 01min14seg81, pelos 100 medley da categoria 40/44.

“Foi muito bom poder retornar a Manaus, participar de uma competição e ainda voltar a dividir a piscina com grandes amigos, que fizeram parte da minha história. Estou muito feliz”, disse Picininni, que fica em Manaus até o próximo domingo, dia 26.  Segundo ele, passado o momento de carregar a Tocha Olímpica e do treinamento para a competição Máster, agora será hora de curtir a família e aproveitar ainda mais as férias.

Outro também que já tem status de lenda no esporte local e mais uma vez se destacou foi Jefferson Mascarenhas. O nadador venceu os 50m Livre e 100m Medley, na categoria 50/54, e voltou para casa com duas medalhas de ouro, para somar à coleção de mais de mil medalhas, em quase 40 anos de carreira.

“Comecei na natação com 10 anos e desde lá nunca mais parei, algumas das minhas medalhas ficam penduradas no teto da casa por falta de espaço, outras nas gavetas e algumas na parede. Devo tudo à natação e fico muito feliz por este momento, que é mais que competir, mas também celebrar amizades”, comentou o primeiro nadador amazonense a conquistar um título nos Jogos Escolares Brasileiros (Jebs) – medalha de bronze – pelos 100 metros nado peito.

Para o organizador do evento, Pierre Gadelha, as expectativas para o evento foram superadas. Além do número recorde de participantes, a experiência dos atletas garantiu uma competição de alto nível técnico e o intercâmbio com os mais novos.

“A competição não poderia ter sido melhor e agradeço todos aqueles que participaram. Tivemos aqui o Eduardo Picininni, que não só participou da prova, mas durante a semana conversou bastante com os atletas mais novos, passando conhecimento e sabedoria, e outros nomes cooperaram para abrilhantar este evento. Esperamos que as outras etapas possam também surpreender”, comentou Gadelha.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir