Cultura

Cinemas de Manaus exibem 2º edição do Festival de Filmes Varilux

O festival chega à cidade como parte do Cinema de Arte, iniciativa nacional acolhida pela Rede Cinépolis - foto: divulgação

O festival chega à cidade como parte do Cinema de Arte, iniciativa nacional acolhida pela Rede Cinépolis – foto: divulgação

O Festival Varilux de Cinema será realizado entre os dias 10 e 17 de junho. Em Manaus, a mostra de produções francesas acontece nas salas da rede Cinépolis, nos shoppings Ponta Negra e Millennium
A Aliança Francesa Manaus e o Cinema de Arte apresentam na cidade a segunda edição do Festival Varilux de Cinema.

A mostra de filmes francesas acontece nas salas da rede Cinépolis, nos Shoppings Ponta Negra e Millennium, entre os dias 10 e 17 de junho. O festival chega à cidade como parte do Cinema de Arte, iniciativa nacional acolhida pela Rede Cinépolis.

Esta edição do Varilux apresenta o mais recente trabalho, “Samba”, repetindo dobradinha com o ator Omar Sy (de X-Men: Dias de um futuro esquecido), que superou a marca de três milhões de espectadores na França.

A expectativa é levar mais de 110 mil pessoas aos cinemas de todo o país em uma semana para assistir aos 16 filmes em cartaz, um acréscimo de 10% em relação a 2014. A última edição realizada em Manaus aconteceu em 2013, nas salas da então rede Cinemais.

Apenas um mês após o maior evento de cinema do mundo, o Varilux traz para o público brasileiro o filme de abertura do festival de Cannes: “De cabeça erguida”, com Catherine Deneuve e Benoît Magimel. A diretora Emmanuelle Bercot, segunda mulher a abrir o festival de Cannes, virá ao Brasil para apresentar o longa.

Astérix em 3D

Na programação, também estão confirmados a comédia “Que mal eu fiz a Deus?,de Philippe de Chauveron, fenômeno de bilheteria na França em 2014 com mais de 15 milhões de espectadores; “Gemma Bovery – A vida imita a arte”, de Anne Fontaine, uma divagação contemporânea sobre o romance “Madame Bovary”; “Papa ou Maman”, de Martin Bourboulon, comédia politicamente incorreta sobre um divórcio à francesa; e “Astérix e o Domínio dos Deuses”, de Louis Clichy, primeira animação em computação gráfica e 3D baseada em histórias em quadrinhos.

Em solo brasileiro, Nakache e Toledano terão a companhia dos galãs franceses Pio Marmai e Tahar Rahim, respectivamente no elenco dos filmes “Beijei uma garota” e “Samba”, do ator Noom Diawara e do diretor Philippe de Chauveron, de “Que mal eu fiz a Deus?”, e dos diretores Anne Fontaine, Audrey Dana, Cécile Telerman, Emmanuelle Bercot, Martin Bourboulon e Patrick Bruel.

Repetindo o sucesso do ano passado, o festival exibirá ainda um grande clássico francês. O escolhido da vez é o filme “O homem do Rio”, de Philippe de Broca, clássico lançado em 1964, com Jean-Paul Belmondo e Françoise d’Orléac.

Por (equipe Jornal EM TEMPO)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir