Dia a dia

Chuva com ventania derruba árvores e causa deslizamento de barranco em Manaus

arvore-rua-arthur-reis-divulg

A intensidade dos ventos derrubou uma castanholeira na Zona Centro-Sul da cidade – foto: divulgação

A chuva que atingiu Manaus no final da manhã desta quinta-feira (6) derrubou árvores e complicou o trânsito em diversos pontos da cidade. Até às 12h20, a Defesa Civil do município já havia registrado, oficialmente, três ocorrências.

Segundo o órgão, o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) alertou de que haveria chuva de intensidade moderada, “com possibilidade de trovoadas e rajadas de vento”. Ainda de acordo com o alerta, poderia ocorrer chuvas isoladas.

As ocorrências registradas pela Defesa Civil tratavam de um deslizamento de barrando na rua Criciúma, no bairro Novo Israel (Zona Norte); um destelhamento no bairro Educandos (Zona Sul); e risco de tombamento de árvore na avenida Darcy Vargas (Zona Centro-Sul).

“As imagens do radar meteorológico de Manaus mostram células convectivas à nordeste da cidade e poderá provocar pancadas de chuva de intensidade moderada, com possibilidade de trovoadas isoladas e rajadas de vento em grande parte da cidade, preferencialmente nos setores norte e leste”, informa o boletim.

carros-arvores-divulg

As ocorrências mais comuns foram de árvores caídas pela cidade – foto: divulgação

O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) também foi acionado devido às quedas das árvores. Segundo a corporação, a equipe foi deslocada para as zonas Norte e Leste após triagem feita pelo Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops).

No pátio da Defensoria Pública, localizada no conjunto Celetramazon, a queda de uma árvore provocada pelo forte vento, danificou dois veículos que estavam estacionados. Não houve registro de vítimas. No conjunto Arthur Reis, a circulação de veículos ficou comprometida devido à queda de uma castanholeira.

Dados da estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), localizado no bairro de Adrianópolis, Zona Centro-Sul, revelaram que o acumulado de precipitação desta quinta-feira, entre as 10h e 11h foi de 14,2 milímetros Já a máxima rajada de vento registrada foi de 52,2 quilômetros por hora, e ocorreu também entre as 10h e 11h.

O Inmet destacou que, para os próximos dias, a previsão indica tempo instável de céu variando de parcialmente nublado a nublado com chuvas em áreas isoladas.

Mais ocorrências

No Parque Dez, moradores relataram que várias árvores caíram na rua 6, no conjunto Belo Horizonte, atingindo alguns fios de alta tensão. De acordo com o administrador Aécio Flávio Silva, 68, que possui residência no local, o problema poderia ter sido evitado, pois há dois anos eles solicitam a poda das árvores para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas).

“Quando reclamei muito, a semmas mandou uma carta para a Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) no dia 14 de setembro, mas não fizeram nada. Agora estamos sem energia e nem tem previsão de quando vai ser reestabelecida”, reclamou.

Conforme o morador, como as árvores estavam caídas na via, atrapalhando a passagem dos veículos, os vizinhos se uniram e cortaram os galhos com machado. Além disso, Aécio destaca que os fios de alta tensão oferecem risco para quem passa na área, pois estão espalhados pelo asfalto e pelos postes de concreto que também quebraram.

A última informação fornecida pelo morador, foi que a equipe da Semmas esteve na área, por volta das 15h, e com o auxílio de motosserra, cortou os galhos mais grossos que ainda estavam espalhados pela rua.

A Eletrobrás Amazonas informou, por meio de nota, que devido à chuva houve o desligamento de 13 alimentadores, causando interrupções no fornecimento de energia elétrica em alguns pontos da cidade, inclusive o Parque Dez. De acordo ainda com o órgão, até às 16h20, 11 deles já tinham sido normalizados e dois estariam religados parcialmente.

“As demais ocorrências coletivas e isoladas estão sendo atendidas gradativamente. As equipes de manutenção estão trabalhando em campo para reestabelecer o fornecimento de energia nas áreas afetadas o mais breve possível”, completa a nota.

Rosianne Couto e Gerson Freitas
Portal e Jornal EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir