Holofotes

Christiane Pelajo volta ao “Jornal da Globo” no dia 13 após acidente e cirurgia no rosto

No último dia 18, a Globo informou que a jornalista entrou de licença médica por conta de um acidente - foto: reprodução

No último dia 18, a Globo informou que a jornalista entrou de licença médica por conta de um acidente – foto: reprodução

Afastada da bancada do “Jornal da Globo” desde o feriado de Corpus Christi, no início de junho, a apresentadora Christiane Pelajo já tem data para voltar à atração.

Segundo ela, seu retorno está programado para o dia 13 de julho. “Já estou morrendo de saudades. Já, já eu volto a dar ‘boa noite’ para vocês em rede nacional. Quero todo mundo me vendo”, disse ao “F5”, por e-mail.

No último dia 18, a Globo informou que a jornalista entrou de licença médica por conta de um acidente. Ela sofreu uma queda quando andava a cavalo, em Trancoso, na Bahia, e teve que passar por uma cirurgia no rosto.

“Foi uma fatalidade. O cavalo se assustou com alguma coisa e empinou. Eu caí e machuquei o rosto e a mão. Eu monto a cavalo desde criança. Estou super acostumada. Nunca tinha sofrido um acidente”, contou.

Cirurgia

A hospitalização ocorreu só no retorno da viagem. A jornalista precisou ser operada porque quebrou o osso zigomático do lado esquerdo rosto. Ela ficou por três dias internada.

“Olhando para o meu rosto [logo depois da queda], não dava para ver nada. Esteticamente estava perfeito. Mas tive que fazer a cirurgia por causa desse osso que quebrou. A operação foi um sucesso. Voltarei com a mesma cara que tinha antes”. Christiane também teve imobilizar a mão esquerda.

A apresentadora disse estar se recuperando bem em casa e agradeceu as manifestações de carinho dos fãs e amigos. “É muito bom saber que as pessoas gostam e se preocupam com você. Queria agradecer imensamente a todos que me mandaram mensagens, e-mails, telefonemas, flores e presentes.”

Ela não pretende parar de montar a cavalo. “Não conseguiria viver sem.”

Enquanto Christiane está fora, o “Jornal da Globo” segue sob o comando de William Waack.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir