Esportes

Chapecoense vira sobre o América-MG e se torna vice-líder do Brasileirão

A Chapecoense recebeu o América-MG e venceu de virada por 3 a 1 na Arena Condá, em Santa Catarina. Pela terceira temporada na elite do futebol nacional, a equipe catarinense termina a segunda rodada do Campeonato Brasileiro na segunda colocação, atrás apenas do Santa Cruz.

Apesar de jogar em casa, o a Chapecoense não teve vida fácil. Terminou o primeiro tempo em desvantagem e só conseguiu virar a partida depois dos 30 minutos do segundo tempo. É verdade que é muito cedo para apontar alguma coisa, especialmente quando a competição tem um bloco com sete times e todos somam quatro pontos estão separados pelo saldo de gols ou número de gols marcados.

Se a Chapecoense vai poder sonhar por algumas horas e até se orgulhar de terminar a rodada na zona de classificação para a Copa Libertadores, o América-MG está no outro extremo. Retornou à Série A em 2016, o atual campeão mineiro foi derrotado pela segunda vez e encerra a rodada – sem computar o jogo entre Sport x Botafogo – na lanterna do Brasileirão.

O América-MG abriu o placar aos 19 min do primeiro tempo com Rafael Bastos. Na segunda etapa, a Chapecoense empatou a partida logo aos 2 min com Bruno Rangel. Aos 31 mim Silvinho marcou o gol da virada e Bruno Rangel definiu o placar de 3 a 1 para os catarinenses aos 32 min.

CHAPECOENSE

Danilo; Gimenez, Marcelo, Rafael Lima e Dener; Gil, Josimar e Cleber Santana; Ananias (Silvinho), Lucas Gomes (Hyoran) e Bruno Rangel (Kempes).

T.: Guto Ferreira

AMÉRICA-MG

João Ricardo, Hélder, Artur (Sávio), Alison, Sueliton e Danilo; Leandro Guerreiro, Claudinei, Ernandes, Rafael Bastos e Tiago Luís; Willian Bárbio (Vitinho Safadão).

T.: Givanildo Oliveira

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)

Assistentes: Bruno Raphael Pires (GO) e Rafael Trombeta (PR)

Cartões amarelos: (CHA) Sueliton, Danilo, Artur e Alison (AFC)

Gols: Rafael Bastos aos 19 min do primeiro tempo; Bruno Rangel aos 2 min, Silvinho aos 31 min e Bruno Rangel aos 32 min do segundo tempo.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir