Esportes

Chapecoense vence 1ª após 4 jogos e complica Sport na despedida de Oswaldo

Chapecoense goleia Sport Recife, na abertura da 30ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016 - foto: Giba Pace Thomaz/Chapecoense

Chapecoense goleia Sport, na abertura da 30ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016 – foto: Giba Pace Thomaz/Chapecoense

A Chapecoense encerrou uma incômoda série de quatro jogos sem vitórias no Campeonato Brasileiro ao derrotar na manhã desta quarta-feira (12) o Sport na Arena Condá, em confronto válido pela 30ª rodada da competição. Os catarinenses venceram a partida de despedida de Oswaldo de Oliveira no comando do clube pernambucano por 3 a 0, com gols de William Thiego, Ananias e Kempes.

O resultado leva a Chapecoense à décima colocação do Brasileiro, com 41 pontos, e tranquiliza os catarinenses em relação às chances de rebaixamento, já que a distância para o Internacional aumentou para oito pontos. O Sport, por outro lado, fica com 34 pontos e pode ser ultrapassado pelos gaúchos no complemento da rodada.

O jogo

Um ponto mais próximo da zona de rebaixamento do que do G-6, a Chapecoense necessitava da vitória para espantar qualquer preocupação no Brasileiro. Apesar disso, a equipe treinada por Caio Júnior optou por uma postura mais conservadora, preferindo contragolpes a jogadas trabalhadas mesmo jogando diante do seu torcedor.

O primeiro gol veio na bola parada, com William Thiego após cobrança de escanteio de Cleber Santana no finzinho da etapa inicial.

Mais solto depois de abrir o placar, o time da casa partiu para cima do Sport após o intervalo com eficiência, ampliando aos 11 min com Ananias, que se antecipou à marcação e desviou cruzamento de Alan Ruschel para as redes.

Kempes definiu o marcador aos 44 min, quando a Chapecoense tinha um homem a mais em campo.

Oswaldo de Oliveira colocou seu time para frente na Arena Condá, atitude que deu resultado. Os pernambucanos trabalharam bem as jogadas de frente e criaram boas chances contra o gol de Danilo, porém pecaram na retaguarda no início de jogadas, tomando contragolpes perigosos, e também marcando mal em lances de bola parada, como o que resultou no gol da Chapecoense no primeiro tempo.

Com a saída de Diego Souza no segundo tempo, o Sport teve uma queda sensível de rendimento e sofreu o segundo gol em nova falha defensiva, dessa vez de Rodney Wallace. O clube pernambucano ainda perdeu Gabriel Xavier na etapa complementar, após o meia acertar o zagueiro Neto com uma cotovelada na entrada da área.

Chapecoense
Danilo, Gimenez, Neto, William Thiego, Dener, Biteco, Sérgio Manoel, Cleber Santana (Lucas Gomes), Alan Ruschel (Arthur Maia), Kempes e Ananias (Hyoran)
T.: Caio Júnior

Sport
Magrão, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Rodney Wallace; Rithely, Paulo Roberto, Gabriel Xavier, Diego Souza (Vinicius Araújo) e Everton Felipe (Apodi); Rogério (Edmilson)
T.: Oswaldo de Oliveira

Estádio: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Gols: William Thiego (C), aos 44 min do 1º tempo; Ananias (C), aos 11 min do 2º tempo; Kempes (C), aos 45 min do 2º tempo
Renda/público: R$ 62.850,00 / 6.104 pagantes
Cartões amarelos: Sérgio Manoel (C); Gabriel Xavier, Rogério (S)
Cartão vermelho: Gabriel Xavier (S)

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir