Esportes

Challenge Amazônia reuniu 1.500 atletas na Ponta Negra

O evento realizado, pela Sejel, foi dominado por dois representantes de São Paulo - foto: divulgação/Sejel

O evento realizado, pela Sejel, foi dominado por dois representantes de São Paulo – foto: divulgação/Sejel

O Complexo da Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus, recebeu pela primeira vez, neste domingo (20), o Challenge Amazônia, um dos maiores eventos esportivos de triatlhon do mundo. O evento realizado, pela Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), foi dominado por dois representantes de São Paulo, Iuri Vinuto e Luisa De Baptista, que faturaram a primeira colocação da Elite masculina e feminina, respectivamente.

Fernando Toldi foi o primeiro a sair da água, ao completar os 1.900 metros de natação - fotos: Mauro Neto/Antônio Lima/Sejel

Fernando Toldi foi o primeiro a sair da água, ao completar os 1.900 metros de natação – fotos: Mauro Neto/Antônio Lima/Sejel

Pela Elite Masculina, a disputa foi acirrada. Fernando Toldi foi o primeiro a sair da água, ao completar os 1.900 metros de natação e disparou nos 90 km de bike na Ponte Rio Negro (AM-070). Porém, durante o percurso de 21 km de corrida, abriu brecha para Iuri Vinuto, que não desperdiçou e ‘voou’ na pista do complexo da Ponta Negra. O representante do SESI-SP, inaugurou a linha de chegada com o tempo de 3h54m27seg e comemorou o título inédito.

Se na categoria principal a disputa foi no ‘sufoco’, na Elite Feminina, Luisa De Baptista ganhou com folga. Isso porque, a também representante do SESI-SP saiu na frente na natação e conseguiu manter do início ao fim a liderança, faturando o lugar mais alto do pódio depois de cravar 4h23m00seg.

A disputa no ciclismo foi de 90 km na Ponte Rio Negro (AM-070) - fotos: Mauro Neto/Antônio Lima/Sejel

A disputa no ciclismo foi de 90 km na Ponte Rio Negro (AM-070)

“Alguns atletas sentiram muito calor e tiveram dificuldades na prova, mas comigo foi ao contrário. Fiz uma prova em Manaus pelo sprint (Copa Pan-Americana) em 2013, já conhecia o clima, e sei que hoje São Pedro foi generoso com esse tempo nublado.

Sem sentir tanto a umidade, consegui sair na frente e não tive problemas em terminar”, disse a atleta de 21 anos, que também é a 3ª sargento do Exército Brasileiro e faz parte do quadro dos Jogos Mundiais Militares, que acontecem de dois em dois anos (o último foi em 2015).

Para o titular da Sejel, Fabrício Lima, Manaus mais uma vez provou que é capaz de receber grandes eventos e se credenciou para as próximas edições. “O Challenge sozinho já é uma grande competição, mas nós conseguimos fazer mais. Unimos uma corrida e uma caminhada a esta grande prova e fizemos dela um evento maravilhoso, que reuniu atletas de todas as classes e técnicas, somando uma média de 1.500 atletas. Foi diversificado, encantou quem estava participando e o público em geral. Com o bom desempenho, recebi a notícia que temos chances de receber mais uma edição e ficamos honrados pela confiança”, comentou.

O presidente da Federação de Triatlhon do Amazonas, Antonio Neto, explicou que a premiação do Challenge foi de R$ 25 mil dólares no total, divididos para os dez primeiros colocados.  “Presenciamos hoje aqui os melhores triatletas do nosso Brasil em ação. Foi bonito de ver este intercâmbio, que é importante para os atletas locais, que tem a chance de aprender e a evoluir com os grandes feras da modalidade”, complementou.

Amazonenses no pódio

Se os paulistas figuraram na Elite, os amazonenses brilharam na categoria Revezamento. A equipe Pitrunners, formada por Jean Pereira, Antonio José Benvenuto e Elidalva de Jesus, terminaram a prova em 4h07m42seg e fizeram jus a terrinha baré.

Única representante do Estado na categoria Elite, Jéssica Santos finalizou a prova em 5h15m59seg e ficou com a quinta colocação. “Eu senti cãibra em alguns momentos e a falta de músculos atrapalhou o meu desenvolvimento, pois esta é uma prova que requer bastante força. Eu sabia que iria ser muito difícil, mas estou feliz por ter completado a prova e parabenizo a Luisa”, comentou.

Run 5k

Simultaneamente ao Challenge Amazônia, ocorreu neste domingo a Run 5K, com largada às 7h, no Anfiteatro da Ponta Negra. Ao todo, 1 mil pessoas participaram da prova e dois corredores se destacaram na multidão: Juliana Gusmão (19m58seg) e Damião da Silva (15m59seg), este último de Manacapuru.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir