Mundo

Cerca de 40 imigrantes morreram em naufrágio no canal da Sicília

Cerca de 40 imigrantes morreram no canal da Sicília devido ao acidente com a embarcação em que viajavam, disseram hoje (5) sobreviventes que chegaram à cidade de Catânia, na Sicília.

“Eles disseram que 137 pessoas estavam em um bote que esvaziou ou explodiu – não está claro – e uma parte das pessoas caiu no mar”, disse Giovanna di Benedetto, da organização não governamental (ONG) Save The Children, na chegada dos sobreviventes à Catânia.

Os sobreviventes integram um grupo de quase 200 imigrantes, que estavam em duas embarcações e foram socorridos nos últimos dias, nas águas ao longo da costa da Sicília. Eles chegaram hoje à Catânia, na costa leste da ilha italiana, a bordo do cargueiro Zeran, que também transportava cinco corpos.

De acordo com os sobreviventes, o acidente ocorreu pouco antes das operações de socorro do fim de semana, durante as quais a Marinha e a Guarda Costeira italianas salvaram perto de 6 mil pessoas, com a ajuda de vários navios da Marinha Mercante.

Na segunda-feira (4), mais de 3 mil imigrantes chegaram aos portos do Sul da Itália, incluindo uma bebê nascida a bordo do navio de patrulha italiano Bettica. A mãe entrou em trabalho de parto ao deixar à Líbia, já a bordo de uma das quatro embarcações socorridas pelo Bettica.

Este aumento do número de embarcações que saíram da Líbia no fim de semana deveu-se ao bom tempo e ao mar calmo.

Mais de 1,75 mil pessoas morreram nas águas entre a Líbia e a Itália desde o início deste ano.

Da Agência Lusa via Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir