Dia a dia

Cerca de 10 mil eleitores devem sair de Manaus para votar no interior do Amazonas

Os municípios com a maior procura de passagens são Iranduba, Itacoatiara e Manacapuru – foto Arquivo AET

Ao menos 10 mil eleitores deverão sair de Manaus a partir de hoje para votar nos municípios adjacentes ou mesmo aproveitar o final de semana. A estimativa é do diretor-presidente da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam), Fábio Alho.

Segundo ele, 160 ônibus intermunicipais – total da frota que serve a rodoviária de Manaus –poderá ser utilizada para o transporte de passageiros neste fim de semana de eleição no deslocamento a 16 municípios do interior. Alho acrescenta que a agência irá reforçar a fiscalização na rodoviária e também na ponte Rio Negro e na rodovia AM-010 para coibir o transporte clandestino de eleitores para outros municípios.

“A partir de amanhã, (hoje), alguns eleitores já irão comprar passagens para retornar aos seus municípios de origem por meio dos ônibus intermunicipais para a votação. Na sexta-feira e no sábado, esse movimento deve se intensificar”, explicou Fábio Alho. Em dias comuns, a frota opera com um quantitativo de 53 ou 54 ônibus. Nos finais de semana, esse número aumenta para 60 e nos feriados prolongados chega a utilizar 80 ônibus.

Segundo ele, os municípios com a maior procura de passagens são Iranduba, Itacoatiara e Manacapuru.

Em média, as linhas saem de hora em hora, desde às 6h até às 23h. “Dependendo da movimentação, nada impede que as empresas disponibilizem os ônibus extras, que vai garantir um total de 160 veículos na frota intermunicipal, que vai permitir que o eleitor não fique sem votar. Mas, ao longo dos anos a gente não vem acompanhando uma movimentação tão grande neste período”, comentou Alho.

O diretor-presidente da Arsam salienta que uma das principais preocupações neste período eleitoral são com os transportes clandestinos de eleitores e reforça que para sair de Manaus, qualquer veículo de fretamento (ônibus, microonibus e van) para os municípios do interior deve ser regularizado na Agência Reguladora antes de partir da cidade. Ele explica que o condutor deve se dirigir ao escritório do órgão, que fica na própria rodoviária e com funcionamento de 24 horas e apresentar os documentos do motorista, dos veículos e informar para qual cidade pretende se dirigir. Após este procedimento, o veículo é liberado para seguir viagem.

Caso o condutor do fretamento não passe por esta regularização, o veículo pode ser parado, multado e apreendido. “Nesta situação, os usuários descem do veículo e deverão esperar outra condução”, explicou. Estas imposições não cabem aos veículos domésticos, que poderão transitar para outros municípios livremente, mas que passarão pela fiscalização padrões do Detran, Polícia Militar e Polícia Rodoviária.

Região Metropolitana

De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a maior quantidade de eleitores da Região Metropolitana de Manaus, concentra-se no município de Itacoatiara, que possui 62.343 eleitores, sendo que 16 não realizaram o cadastro biométrico. A segunda maior cidade com quantidade de eleitores é Manacapuru com 61.793 pessoas aptas a votar e com 94 eleitores sem o cadastro biométrico.

Iranduba possui 26.980 eleitores, sendo que apenas 3 não realizaram a biometria. O município de Presidente Figueiredo apresenta 21.006 eleitores, sendo que apenas 3 não realizam o cadastro digital. Já, Rio Preto da Eva com 14.112 eleitores contabilizou 10 pessoas sem cadastro biométrico.

Por Fabiane Morais

Jornal EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir