Sem categoria

Centro de Manaus pode receber rede de energia elétrica subterrânea

Inicialmente, o plano de rede de energia elétrica subterrânea será inserido na avenida Eduardo Ribeiro, considerada uma das vias mais importantes da capital – foto: reprodução

Inicialmente, o plano de rede de energia elétrica subterrânea será inserido na avenida Eduardo Ribeiro, considerada uma das vias mais importantes da capital – foto: reprodução

O projeto piloto lançado pela Eletrobras Distribuição Amazonas – apresentado nos dias 6 e 7 de julho, através de um workshop realizado na sede da empresa, localizada na avenida Sete de Setembro, bairro Cachoeirinha, Zona Sul – vai implantar um novo sistema de rede elétrica subterrânea em Manaus.

O projeto consiste, além da modernização do centro histórico, gerar mais segurança e proporcionar melhor qualidade de vida à população – viabilizando a preservação do meio ambiente e diminuindo, também, a poluição visual causada pela fiação aérea espalhada pelas ruas da cidade.

De início, o plano de ação será inserido na avenida Eduardo Ribeiro – considerada uma das vias mais importantes da capital. Medidores eletrônicos e um sistema remoto de supervisão de transformadores serão instalados no Centro de Manaus.

A partir daí, com a viabilidade do projeto, a rede subterrânea poderá ser introduzida em outras localidades da capital amazonense. A proposta – em fase de planejamento – está avaliada em R$ 18 milhões. O prazo de entrega do projeto, estipulado pela empresa, se estende até dezembro de 2016.

Segundo o presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), Roberto Moita, o curso de implantação de rede elétrica subterrânea é bem maior que o plano de rede aérea. “A empresa Amazonas Energia, em parceria com a Prefeitura de Manaus, está com um plano de investimento que consiste na valorização e qualificação do Centro histórico. Contudo, todo projeto de grande viabilidade custa caro e o processo é demorado. Em compensação, os transtornos são provisórios, mas os benefícios são permanentes”, afiançou.

Conforme o tenente do Corpo de Bombeiros, Janderson Lopes, a realização do projeto tende a ser muito positiva – resultando na prevenção de acidentes e incêndios, frequentemente ocorridos na capital –, tanto em relação a vítimas de choque elétrico, quanto a incêndios provocados por fiação elétrica.

“Já atendi algumas ocorrências provocadas por queda de fiação elétrica sobre veículos por colisão destes com postes ou apenas por vendaval, ou por simples rompimento do fio. Situações como estas, com essa mudança urbana, certamente deixarão de existir. Ou seja, quem ganha com isso é a população, que passa a ter áreas mais seguras”, ressaltou o tenente.

Planejamento

De acordo com o diretor de Planejamento e Expansão, Marcos Vinícius de Almeida Nogueira, no projeto de rede subterrânea é importante analisar o solo – além dos projetos antigos de infraestrutura – e localizar os lençóis freáticos, galerias do passado e demais interferências no subsolo, para propiciar segurança e valorizar o centro histórico. “É preciso realizar um bom planejamento e estudo. Esse projeto tem como objetivo modernizar a parte de segurança visual, trazer confiabilidade e maior qualidade de energia elétrica fornecida no Centro de Manaus”, explicou.

Segundo o coordenador do projeto, Sérgio Dias, várias entidades – o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), o Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) e o Plano Diretor da Cidade de Manaus prestarão atendimento a todos os requisitos necessários para que haja a devida liberação do projeto.

“A empresa preparou a documentação para que possamos atender todos os requisitos necessários para que seja possível a liberação da construção da rede subterrânea em uma área que é tombada como patrimônio histórico”, observou Dias.

Por Narel Desiree

1 Comment

1 Comment

  1. Joab

    10 de julho de 2015 at 08:57

    Esperamos que o projeto esteja bem feito (tenho dúvidas). Não queremos explosões no subsolo e tampas de bueiro ‘voando pelos ares’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir