Dia a dia

Centro de controle de dor e reabilitação inova com tratamento pioneiro em Manaus

Equilibrium Medical Centro de Controle de Dor e Reabilitação - foto: Marcio Melo

Equilibrium Medical Centro de Controle de Dor e Reabilitação – foto: Marcio Melo

A Equilibrium Medical Centro de Controle de Dor e Reabilitação inaugurou uma nova estrutura em Manaus. O lançamento ocorreu na noite desta quarta-feira (5), na rua Mário Ypiranga Monteiro, na Zona Centro-Sul da capital. Entre novidade trazida para Manaus pelo centro, destaca-se a fisioterapia pélvica.

Entre convidados estavam médicos, cirurgiões, coordenadores de curso de medicina, secretários municipal e estadual de saúde, empresários do ramo clínico, representantes de convênios e sindicatos.

Segundo os investidores da Equilibrium, o neurocirurgião Frank Reis e anestesiologista José Falcão, a ideia de implantar o serviço em Manaus surgiu após ambos profissionais necessitarem oferecer aos seus pacientes especialidades não existentes ainda na cidade. Reis e Falcão também enfatizaram a importância de fazer o bem a sociedade não somente visando fins lucrativos. “Não temos cálculo de quanto tempo receberemos o retorno do investimento feito aqui, pois a vida é a nossa prioridade”, disse Falcão.

“Fizemos este investimento avaliando crescimento e investimento na saúde da cidade. Vamos oferecer um serviço de qualidade, com amor e dedicação conseguiremos levantar investimento mesmo com a crise que assola o Brasil. Acredito muito neste grupo de colaboradores”, declarou Frank Reis, que atua na área de medicina há 12 anos.

O fisioterapeuta paulistano Raphael Hayek apostou no convite e veio a capital amazonense para reforçar a equipe de profissionais. Ele é um dos responsáveis diretos pelo tratamento de fisioterapia pélvica.

“Quando surgiu a oportunidade de vir a Manaus, fiquei meio receoso, porque em São Paulo possuo mercado. Mas estou muito feliz por ter reconhecimento de todos aqui, e de poder empenhar uma técnica que ainda não é conhecida na cidade”, destacou.

Por João Paulo Oliveira/Portal EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir