Dia a dia

Celebração a São Francisco reúne mais de 5 mil fiéis em Manaus

A peregrinação durou cerca de 2 horas e atraiu aproximadamente, 5 mil pessoas - foto: Arthur Castro

A peregrinação durou cerca de 2 horas e atraiu aproximadamente, 5 mil pessoas – foto: Arthur Castro

Católicos celebraram no final da tarde ontem, em procissão, o dia de São Francisco de Assis. A peregrinação durou cerca de 2 horas e atraiu aproximadamente, 5 mil pessoas. A missa, que teve início às 19h, foi presidida pelo bispo auxiliar de Manaus dom Mário Antônio. Durante todo o dia teve uma programação especial para comemorar a data festiva ao padroeiro do bairro de São Francisco, Zona Sul de Manaus.

Dom Mário conta que hoje se comemora em Manaus, assim como em todo o Brasil, o dia de São Francisco de Assis, o santo que nos ensina a servir Jesus Cristo, amando a pobreza, amando todas as criaturas, a igreja, e vivendo o evangelho.

“Ele nos ensina a solidariedade, sendo a expressão de amor e serviço a todas as pessoas, nesta paróquia de São Francisco, como em todas as outras comunidades da nossa arquidiocese do Brasil e do mundo que celebram o Dia de São Francisco. Ele que sofreu os sinais da crucificação de Jesus, mas que ao mesmo tempo ofereceu seu sofrimento por amor a Cristo, e também a igreja. Ele também nos ensina a dedicar sua vida, vivendo na pobreza, vivendo na obediência”, disse dom Mário.

Conforme dom Mário, essa caminhada de fé, de peregrinação, significa um sinal, que por meio do exemplo de São Francisco, ensina seguir Jesus Cristo e servir a Deus.

Dom Mário explica que o dia de ontem teve uma programação dedicada aos fiéis, onde pela parte da manhã teve a missa, e os animais também receberam a benção do santo padroeiro, e à tarde a procissão.

“Comemoramos o dia de São Francisco, e aqui em Manaus, como em todo o país, fazemos essa linda procissão, com milhares de pessoas, e no final teremos a celebração eucarística que encerra as festividades religiosas, aqui na comunidade”, disse dom Mário.

Há quase três anos, a aposentada Gracy Limeira, 65, não participava da procissão em comemoração a São Francisco, segundo ela, desde quando se mudou do bairro não havia mais participado da peregrinação.

“Este ano é diferente pelo fato de estarmos acompanhados com nosso filho, é claro, todo ano participamos deste evento, pela comunidade de São Francisco”, conta o funcionário público Elaison Vieira.

A agente de pastoral Cassilda Paiva, 52, que há mais de 40 anos participa da paróquia de São Francisco, conta que este ano teve uma redução na quantidade de peregrinos.

“Sempre temos um sentimento novo ao participar da comemoração, eu lembro de pessoas que já passaram pela procissão, vejo pessoas novas, e sempre tem uma festa diferente, é algo muito emocionante”, disse.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir