Esportes

CBF não consegue autorização para usar vídeo-árbitro

A CBF recebeu uma resposta do Internacional Board, entidade que regulamenta regras do futebol, na noite desta quarta-feira (16), de que não poderá usar vídeo-árbitro no Campeonato Brasileiro.

De acordo com o órgão, em resposta para a reportagem, uma carta foi enviada informando que o pedido feito pela entidade brasileira não foi autorizado.

Depois de semanas polêmicas de arbitragem e muitas reclamações de clubes, o presidente Marco Polo Del Nero tomou a iniciativa de fazer a solicitação para a Fifa, em caráter de teste.

A ideia era que o novo juiz ficasse ao lado do campo assistindo ao jogo por uma televisão e ajudasse nas decisões de lances complicados.

Segundo com o Internacional Board, nenhum país usa a tecnologia atualmente, justamente por não ser permitido.

“Informamos para a CBF também que quando as discussões começarem e se o IFAB (as quatro associações britânicas e a Fifa) concordar em realizar testes desse tipo no futuro, ela será convidada para participar dos experimentos”, escreveu Lukas Brud, secretário do órgão, para a reportagem.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir