Sem categoria

Categoria faz ato contra mototaxistas irregulares na sede da SMTU e é contida pela polícia

Após a segurança da SMTU fechar o portão, a estrutura saiu dos trilhos e tombou - foto: divulgação

Após a segurança da SMTU fechar o portão, a estrutura saiu dos trilhos e tombou – foto: divulgação

Após serem barrados pela segurança da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), 250 mototaxistas legalizados entraram em confronto com policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), para reivindicar a atuação de parte da categoria que está irregular.


O ato ocorreu em frente à sede da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), localizada na avenida Torquato Tapajós, bairro Flores, Zona Centro-Sul, por volta das 13h, desta quinta-feira (26).

De acordo com informações da reportagem no local, os manifestantes pretendiam dialogar com o representante do órgão, sobre as corridas irregulares do grupo que ainda está atuando na capital, porém, foram barrados pela segurança.

O mototaxista Eduardo Freire, 47, contou que durante o confronto foi atingido por spray de pimenta lançado pelos policiais. “A polícia lançou spray de pimenta, depois que nos mandou retirar as motos. O spray  causa ardência. Fiquei sem conseguir respirar e na hora eu pensei que fosse morrer, ” afirmou.

Freire disse ainda que um homem desconhecido, que estava em um carro de características não reveladas, tentou atropelá-los e, quando parou o carro, foi abordado pela polícia.

Havia mais de dez viaturas militares das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam). Um dos mototaxistas conhecido como ‘Baraúna’ precisou ser hospitalizado por conta do efeito do spray.

Em nota, a SMTU informou que devido a forma exaltada em que a categoria chegou à sede, não foi realizada reunião para discutir qualquer reivindicação, mas ressaltar que todas as categorias de transporte sempre foram recebidas pelo superintendente e demais setores do órgão.

A SMTU esclareceu também que as fiscalizações realizadas para combater o transporte clandestino em Manaus têm sido feitas diariamente e percorrido todas as zonas da cidade. As equipes de fiscais do órgão têm apreendido veículos que oferecem o serviço de transporte de passageiros sem autorização do município, em diversas modalidades – táxi, táxi-frete, fretamento, escolar, lotação e mototáxi.

Por Joandres Xavier

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir