Dia a dia

Castigado pela estiagem, Barcelos recebe toneladas de ajuda humanitária

Além da ajuda humanitária, a cidade também irá receber um aporte financeiro no valor de R$ 300 mil para ações de socorro nas localidades - foto: divulgação

Além da ajuda humanitária, a cidade também irá receber um aporte financeiro no valor de R$ 300 mil para ações de socorro nas localidades – foto: divulgação

Em situação de emergência devido à estiagem, o município de Barcelos, na calha do Alto Rio Negro recebeu do governo do Estado 20 toneladas de ajuda humanitária neste início de semana.

A ajuda, que chegou por meio da por meio da Defesa Civil, é composta por cestas básicas, água potável, caixas d’água, hipoclorito de sódio (para purificar a água), kit’s medicamentos (antibióticos, analgésicos e vitaminas), kit’s dormitórios (mosqueteiro e redes) e ainda mangueiras, que deverão ser distribuídas entre as famílias prejudicadas pela seca.

“A meta da Defesa Civil do Amazonas é que todos os afetados pela estiagem atípica nessa região sejam assistidos com o apoio do Governo do Estado, no intuito de garantir a segurança alimentar e a saúde”, ressaltou o secretário executivo do órgão, coronel Fernando Pires Junior.

Dos 27 mil habitantes do município, 14.343 sofrem com a estiagem. Pelo menos 55 comunidades de Barcelos foram atingidas pela seca, entre elas a comunidade ‘Piloto’, distante 20 minutos da sede. Só  nessa localidade, que tem como atividade principal a pesca e a agricultura,  50 famílias que necessitam do socorro, receberam mais de meia tonelada de alimentos.

O aposentado Alberto Barbosa, 72, que mora no local há 18 anos, afirmou que a ajuda veio em boa hora.   “Além da estiagem que prejudicou a pesca, as queimadas destruíram as plantações de verduras e hortaliças”, disse. Já a dona de casa Valdeíza Barbosa, 21, mãe de três filhos, disse que o apoio é fundamental. “Como o rio está descendo, os peixe estão morrendo, e a situação é ainda pior por que as queimadas deixaram o solo seco, dificultando o plantio”, afirmou.

Além da ajuda humanitária, a cidade também irá receber um aporte financeiro no valor de R$ 300 mil para ações de socorro nas localidades. “É de extrema importância os recursos disponibilizados pelo Governo, uma vez que essa estiagem nos pegou de surpresa deixando os principais setores da economia prejudicados”, garantiu o prefeito em exercício, Valdemir Gonçalves.

Nos quatro municípios em Situação de Emergência, 9.883 famílias estão afetadas. Os próximos que irão receber o socorro do Estado esta semana são: Santa Isabel do Rio Negro e São Gabriel da Cachoeira. Para essas localidades serão distribuídas 40 toneladas de alimentos.

Com informações da assessoria

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir