Sem categoria

Caseiro é morto com 11 perfurações, no ramal do Brasileirinho; amante é principal suspeita

O caso foi registrado no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP) - foto: Josemar Antunes

O caso foi registrado no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP) – foto: Josemar Antunes

O caseiro Osmar Carvalho Rodrigues, 62, foi encontrado morto com 11 perfurações pelo corpo, na noite deste sábado (5), por volta das 19h, dentro de uma casa em que morava na ‘Chácara Acima de Todo o Amor’, localizada no quilômetro 4, do Ramal do Brasileirinho, bairro João Paulo, Zona Leste de Manaus.

Segundo informações de populares, um vizinho foi até a casa da vítima para pegar uma lanterna emprestada, quando encontrou o caseiro de morto e de bruços, junto a uma poça de sangue.

A ex-companheira de Osmar, Maria Alzilete dos Santos Rodrigues, 52, que está separada a 10 anos do homem, informou que uma jovem conhecida como ‘Raiara’, 22, com quem a vítima  namorava há oito anos, o ameaçava constantemente e extorquia dinheiro em dias de pagamento.

“Essa mulher vinha aqui só pra pegar dinheiro dele e, quando não tinha, passava a ameaçá-lo. Ele não queria mais nada com ela, mas mesmo assim, ela vinha aqui perturbá-lo”, disse a doméstica.
Um membro da família informou que a suspeita é usuária de drogas e o companheiro tem envolvimento com o tráfico de drogas no bairro João Paulo.

Uma testemunha, que pediu para não ter o nome divulgado, contou que viu Raiara e uma suposta amiga na companhia de mais dois homens, sendo um deles, companheiro da jovem. Os quatros chegaram ocupando um veículo de cor branca, modelo não identificado, por volta de 12h.

De acordo com a polícia, a vítima foi assassinada no início da tarde, e apresentava 11 perfurações pelo corpo, desferidos por um espeto de churrasco em aço.

“Vamos dar inícios as investigações e identificar os autores do crime o mais rápido possível. Alguns nomes de supostos autores já foram nos passado”, declarou o investigador da Polícia Civil.

O perito criminal do Instituto de Criminalística (IC) confirmou que a vítima foi atingida por 11 estocadas e que chegou a travar luta corporal com os assassinos.

Ainda conforme a perícia, alguns pertences da vítima como uma TV LED de 32 polegadas, perfumes, dinheiro e roupas foram levadas pelos autores.

O caso foi registrado no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP)  como latrocínio (roubo seguido de morte). O crime será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Por Josemar Antunes

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir