Sem categoria

Casal foge após assalto frustrado em padaria, na Zona Norte

Os assaltantes entraram pela área restrita da padaria e renderam uma funcionária, pedindo que os encaminhasse até o escritório, onde o dinheiro é guardado - foto: Arthur Castro

Os assaltantes entraram pela área restrita da padaria e renderam uma funcionária, pedindo que os encaminhasse até o escritório, onde o dinheiro é guardado – foto: Arthur Castro

Um casal armado, que ainda não foi identificado pela polícia, teve assalto frustrado à padaria Serpan, localizada na rua 27 do bairro Nova Cidade, Zona Norte. A dupla invadiu o estabelecimento, por volta das 14h30, desta sexta-feira (16). A polícia ainda identificou dois suspeitos aguardando do lado de fora da padaria para dar fuga em duas motos.


De acordo com informações do cabo Guilherme Lima da 6º Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o homem e a mulher estavam armados com pistolas que não foram identificadas. Os assaltantes entraram pela área restrita da padaria e renderam uma funcionária, pedindo que os encaminhasse até o escritório, onde o dinheiro é guardado.

A dupla levou a funcionária com uma arma apontada nas costas, na tentativa de não levantar suspeita. Mas um outro funcionário acabou percebendo a atuação dos bandidos e acionou a polícia, que por estar nas proximidades chegou em menos de três minutos, com a sirene ligada, e acabou assustando os suspeitos, que imediatamente empreenderam fuga do local, sem levar nenhuma quantia ou objeto de valor. O homem e a mulher estavam de ‘cara limpa’.

Dois homens, também não identificados, cada um em uma moto, ambas de características ainda desconhecidas, ajudaram o casal a fugir. Uma testemunha informou a Polícia Militar ter visto uma moto CG de cor vermelha, em alta velocidade, e indo em direção à avenida das Torres, que fica próxima ao local.

Guilherme disse ainda que o homem era magro, alto e branco, e estava trajando camisa cinza, bermuda azul e tinha tatuagem em um dos braços e cabelo baixo. A mulher tinha estatura baixa, morena, trajava vestido ‘florido’ e também tinha tatuagem.

O gerente do estabelecimento, identificado como Max Marinho Pereira,33, informou que a padaria tem um sistema de câmeras de segurança, mas está desativado. A polícia segue nas buscas pelos suspeitos.

Por Joandres Xavier

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir