Dia a dia

Casal de pistoleiros é preso e adolescente apreendido por tentativa de homicídio na Zona Norte

O casal foi autuado em flagrante pelos crimes de associação criminosa e porte de Ilegal de arma de fogo de uso permitido - foto: Ana Sena

O casal foi autuado em flagrante pelos crimes de associação criminosa e porte de Ilegal de arma de fogo de uso permitido – foto: Ana Sena

O casal Marcelo Henrique Coelho de Andrade, conhecido como ‘Rico’, 24, e Leticia Barbosa Castro, a ‘ Loira do crime’, 22, foi apresentado na manhã desta quinta-feira (29) na sede da Delegacia Geral, na Zona Oeste da cidade. A dupla foi presa e um adolescente apreendido, na noite dessa quarta-feira (28), em flagrante, por tentativa de homicídio, na avenida da Liberdade, bairro Terra Nova, Zona Norte da capital.

De acordo com o delegado titular do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Rafael Allemand, os suspeitos foram presos após uma denúncia anônima, informando que eles estariam prestes a cometer um homicídio de um homem não identificado, que estava em um bar localizado no bairro Colônia Terra Nova, também Zona Norte.

A equipe do DRCO foi ao local denunciado e interceptou o trio, que estava em duas motocicletas de placas e características não informadas. Durante a prisão, a mulher informou que eles não estavam armados e que as armas estavam na casa dela, localizada na rua Santo Afonso, conjunto Monte Pascoal, bairro Monte das Oliveiras.

Na residência, foram encontrados dois revolveres calibre 38, além de sete munições do mesmo calibre, sendo cinco intactas e duas deflagradas.

O delegado ainda informou que, de acordo com as investigações, os suspeitos receberiam a quantia de R$500 de um homem que não teve o nome revelado para executar a vítima.

“Eles receberiam esse valor para executar a vítima, seria uma espécie de acerto de contas. Eles ainda são investigados por outros crimes de homicídios na cidade. Vamos continuar as investigações até chegarmos aos mandantes desses crimes”, disse Allemand.

Em depoimento à polícia, o casal confessou ter cometido sete homicídios, entre os anos de 2013 e 2015. “Eles são pistoleiros profissionais, não pertencem definitivamente a uma facção, mas trabalham para aqueles que contratam seus serviços”, concluiu o delegado.

O casal foi autuado em flagrante pelos crimes de associação criminosa e porte de Ilegal de arma de fogo de uso permitido. Após os procedimentos cabíveis serão levados a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro.

O adolescente será encaminhado para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI), onde responderá por ato infracional.

Por Mara Magalhães

Com informações de Ana Sena

1 Comment

1 Comment

  1. joselma

    29 de outubro de 2015 at 18:28

    Olha só a loira do crime, e esse outro canalha aí que foram presos são uns burros…porque deveriam falar quem eram os mandantes do crime, eles já estão ferrados mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir