Dia a dia

‘Casa comum, nossa responsabilidade’ é o tema da Campanha da Fraternidade deste ano

A intenção da Igreja Católica é denunciar o descaso do poder público em relação aos investimentos em saneamento básico - foto: divulgação

A intenção da Igreja Católica é denunciar o descaso do poder público em relação aos investimentos em saneamento básico – foto: divulgação

‘Casa comum, nossa responsabilidade’ é o tema da Campanha da Fraternidade 2016, anunciada hoje pelo arcebispo de Manaus dom Sérgio Castriani. A intenção da Igreja Católica é denunciar o descaso do poder público em relação aos investimentos em saneamento básico na cidade. A Arquidiocese de Manaus informou que apenas 10% da população da capital têm sistema de esgoto.

“Pouco se tem investido no saneamento básico da nossa cidade. 90% dos habitantes de Manaus vivem em situação precária. Vamos trabalhar no sentido de conscientizar a população sobretudo para cuidar do nosso quintal”, disse o coordenador de pastoral da Arquidiocese, padre Geraldo Ferreira.

“Para isso, é preciso que as pessoas tenham um sistema adequado e regular que comporte a demanda de lixo. A coleta aqui na capital ainda é muito fragmentada e não é suficiente para que nós tenhamos qualidade de vida”, declarou.

O lançamento da campanha será na Quarta-feira de cinzas, no próximo dia 10, em evento entre os igarapés do Franco e do São Jorge. “Queremos que todos estejam cientes desse problema. O saneamento básico é uma grande verdade da prevenção, as nossas periferias em termo de saneamento básico é quase zero”, disse Geraldo Ferreira.

Por Gerson Freitas

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir