Dia a dia

Carreteiro tem a cabeça decapitada em acidente entre carro e moto na BR-174

Por volta das 11h30, a motocicleta modelo Honda - XKE300, cor vermelha, placa NPA-9994, na qual o carreteiro estava como garupa, colidiu com um veículo modelo Siena de placas NOP-5953 - foto: Josemar Antunes

Por volta das 11h30, a motocicleta modelo Honda – XKE300, cor vermelha, placa NPA-9994, na qual o carreteiro estava como garupa, colidiu com um veículo modelo Siena de placas NOP-5953 – foto: Josemar Antunes

O carreteiro Pedro Pimentel da Silva, 50, morreu após ter a cabeça decapitada durante um acidente de trânsito, na manhã deste domingo (14), na altura do quilômetro 894 (antigo quilômetro 10), da rodovia BR-174, que liga Manaus a Boa Vista.

Conforme agentes do Instituto Médico Legal (IML), a vítima trafegava como garupa, por volta das 11h30, na motocicleta modelo Honda XKE300, de cor vermelha, placa NPA 9994. O pneu do veículo estourou e em seguida o condutor perdeu o equilíbrio, derrapou na pista e arremessou Pedro contra um veículo modelo Siena de placas NOP-5953, que trafegava no sentido contrário, com destino à capital amazonense.

Segundo o amigo da vítima Paulo Geovanni, 39, também carreteiro, que estava numa motocicleta logo atrás, o acidente ocorreu logo depois que o pneu da motocicleta do seu amigo estourou e o ocasionou o desequilíbrio dos dois ocupantes. Na ocasião, o motorista do Siena não conseguiu desviar a tempo.

“Eu seguia logo atrás numa certa distância, quando vi o pneu estourar e eles perderem a direção indo contra o carro. O meu amigo que estava na garupa foi arremessado contra o veículo, que por sua vez chegou a tentar desviar, mas não conseguiu”, lamentou.

O condutor da motocicleta Raimundo Melo Sampaio, 38, foi levado com escoriações nos braços e pernas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Campos Sales, no bairro do mesmo nome, zona oeste de Manaus.

Conforme o agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Caloã Novellino, que esteve no local para auxiliar os outros condutores na rodovia, a vítima teve a cabeça decapitada com a violência da colisão, após ter o pescoço atingido pelo farol do veículo.

“A cabeça do homem ficou a cerca de cinco metros de distância do corpo. Chegamos ao local e acionamos a perícia criminal após constatarmos a morte de um dos ocupantes dos veículos envolvidos no acidente”, informou Novellino.

O condutor do Siena, Edcarlos Machado de Alencar, 33, contou que seguia para Manaus depois de sair de um sítio de propriedade de seu pai, quando surgiu o motociclista em sua direção desgovernado.

“Eu ainda tentei desviar jogando o carro para outro lado da rodovia, mas a colisão foi inevitável devido a velocidade da moto”, explicou Edcarlos.

Além do condutor do Siena, havia mais três pessoas, sendo a namorada de Edcarlos e mais dois amigos do casal. Os três ocupantes não tiveram os nomes e idades revelados. Ninguém ficou ferido.

Peritos do Instituto de Criminalística (IC) da Polícia Civil realizaram os primeiros procedimentos de investigação do acidente.

O Instituto Médico Legal (IML) fez a remoção do corpo da vítima para exames de necropsia. Após os procedimentos de perícia, o condutor do Siena foi encaminhado ao 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP) para registro de Boletim de Ocorrência (BO), onde também será aguardado o laudo final dos trabalhos de perícia para identificar as causas do acidente.

Por Josemar Antunes (especial EM TEMPO Online)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir