Cultura

Caprichoso é campeão do 52º Festival Folclórico de Parintins

O boi Caprichoso encantou nas três noites e mostrou novidades na Arena do Bumbódromo | Arquivo AET/Ione Moreno

O Caprichoso foi o campeão do 52º Festival Folclórico de Parintins. A vitória confirmou as expectativas dos torcedores do boi azul e branco, que já davam a vitória como certa nas redes sociais. 

As três noites foram dominadas pelo boi azul. O placar da primeira apresentação foi 419,1 contra 417,6. Na segunda noite a margem foi mais apertada e o Caprichoso superou o Garantido por apenas um décimo; 419,1 a 419. Na terceira apresentação a margem foi maior. O azul somou 419,7 pontos contra 418,9 pontos do vermelho. O placar final foi Caprichoso 1257,9, Garantido 1255,5. O boi da Francesa superou o boi da baixa por 2,4 pontos.

A galera do Caprichoso também superou a galera do Garantido.

Nenhum recurso impetrado pelos bois foi aceito pela mesa julgadora. A apuração ocorreu em tranquilidade e não foi necessário nenhum desconto de notas por atrasos dos bumbás. Os jurados escreveram uma carta com sugestões e agradeceram a organização da festa pela hospitalidade.

Entre as sugestões dos jurados estão a criação de uma liga dos bumbás e um quarto bloco de julgamento. As categorias ficariam divididas como Musical, Cênica, Artística e Evolução e Harmonia.

Com um espetáculo metalinguístico e o tema “A Poética do Imaginário Caboclo”, o bumbá azul abordou a história da arte parintinense e o protagonismo do homem da Amazônia.

“Foi bonito e forte, mostrou inovação e grandiosidade”

O presidente do Boi Caprichoso, Babá Tupinambá, destacou a união de toda a equipe e o esforço para trazer novidades no festival deste ano.

“A gente prezou pela união do nosso boi, o resgate do amor pelo Caprichoso. Isso que eu trouxe para a arena: a união. Foi bonito e forte a cada dia e mostrou inovação e grandiosidade”, disse Tupinambá.

O Caprichoso defendeu o tema ‘A Poética do Imaginário Caboclo’ e mostrou a formação cultural da terra do boi-bumbá | Divulgação

Nas contas da diretoria, esse é o 25º título do Boi Bumbá Caprichoso, que impediu que o Garantido fosse bicampeão.

Há 4 anos os bumbás alternam os títulos. Em 2014 o campeão o Garantido, que já havia ganhado o Festival do centenário dos bois em 2013. Em 2015, ano do cinquentenário do Festival, o Caprichoso foi o vencedor. O vermelho voltou a ganhar em 2016 e agora o bumbá azul deu o troco.

Gabriel Costa
EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir