Cultura

Capa do CD do Caprichoso reúne mítico e natureza

CD do Boi Caprichoso será duplo e terá 26 toadas – Divulgação

A trilha sonora da “Poética do Imaginário Caboclo” está pronta e estará à disposição da nação azul e branca a partir do mês de abril. Serão dois cd’s com 13 toadas cada.

& #8220;São 13 toadas de galera e 13 toadas de arena”, explica o presidente do Caprichoso, Babá Tupinambá, assegurando que, além de ser entregue aos sócios torcedores em dia com suas mensalidades, o álbum também será comercializado na loja Vitrine Azul e no site do bumbá.

Com o intuito de promover um impacto visual que acompanhasse as ousadias do projeto Caprichoso 2017, o Conselho de Arte desenvolveu o projeto gráfico do CD duplo “A Poética do Imaginário Caboclo – Caprichoso 2017” evidencia o universo mítico e natureza dividindo o mesmo espaço representam-se entre o real caboclo, romeira, e indígena com o mundo do mito amazônico de tupã, boto sedutor e iara mãe d´água. Ambos, reunidos na mandala universal, apreciam entre um alegre sorriso e olhares misteriosos a chama acesa da cultura popular, o boi-bumbá Caprichoso.

A produção dirigida pelo Conselho de Arte da Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso, com ensaio fotográfico, idealizado por Ericky Nakanome e executada por Chico Cardoso aconteceu em dezembro de 2016, na estrutura do novo estúdio fotográfico da Associação. Participaram do ensaio como modelos voluntários Neandro Marques ( Caboclo), Sandro Assayag (Tupã), Tayrinne Beltrão (Iara), Ana Caroline (Romeira), Thiago Souza (boto sedutor) Madson Hipólito (indígena) e Markinho Azevedo (Boi Caprichoso). “Foram três dias de ensaio”, comenta.

Os entes do imaginário foram capturados pelas lentes de Katiuscia Ferreira e a equipe técnica teve a participação dos maquiadores Helerson Maia e Irlan Carvalho com figurinos de Ericky Nakanome e Adriano Canto. “As indumentárias também contaram com o apoio da etnia Sateré Mawé que gentilmente cederam as artes plumárias e acompanharam todo o ensaio na pessoa de Ademir Sateré e Nira Sateré”.

Na última fase da produção o designer Paulo Victor materializou nas imagens do projeto gráfico o sonho da festa cabocla, organizando os elementos em uma poeira cósmica de magia e encantamento.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir