Dia a dia

Candidatos ao governo do AM querem levar campanha ao interior

A ponte Rio Negro será uma das principais rotas dos candidatos nesse período de campanha, rumo aos municípios adjacentes – Ione Moreno
 

A maioria dos candidatos ao pleito suplementar já está com roteiro pronto para levar suas respectivas campanhas ao interior do Estado, a partir desta quinta-feira (13). E a palavra de ordem é acelerar para reconquistar o tempo perdido, haja vista os oito dias que a campanha ficou paralisada devido à liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, concedida no dia 28 de junho, retornando na última quarta-feira.

E para alcançar o máximo possível de municípios do interior, muitas coligações vão se dividir para conquistar mais rápido o eleitorado.

Hoje, o candidato Eduardo Braga (PMDB), da coligação União pelo Amazonas, inicia sua maratona pela cidade de Juruá, passando por Envira, Guajará, Ipixuna e Eirunepé. Amanhã, ele chegará em Itamarati e depois irá para Boca do Acre, Tapauá, Canutama e Lábrea. No sábado, ele chegará em Humaitá, Manicoré e Borba.

Leia também: Celso de Mello decide manter eleição direta no AM

Enquanto isso, seu vice na chapa, Marcelo Ramos (PR), permanece em Manaus reforçando a campanha na capital. Amanhã, o candidato viaja a São Paulo para participar de aulas de mestrado e, no sábado, retorna para reuniões nas cidades de Iranduba e Manacapuru.

Ainda sem uma data exata para iniciar o percurso pelo interior, o candidato Jardel Nogueira (PPL) planeja percorrer municípios da região metropolitana, como Iranduba, Manacapuru e Novo Airão.

Já Liliane Araújo (PPS) disse que sua campanha no interior já começou por cidades próximas a Manaus e adianta que os dirigentes do PPS de vários municípios estão articulando ações de campanha nos locais em que residem. “Nos concentraremos na capital e em cidades como Manacapuru, Rio Preto da Eva, Iranduba. Também estamos tendo alcance em Lábrea, Humaitá e Parintins. Nos municípios onde estamos atuando, apoiadores estão se organizando para promover encontros e agendas de atividades como caminhadas e bandeiradas”, adiantou.

Prioridade

Candidato da Rede no pleito, o deputado Luiz Castro também irá dividir-se com o vice, Victor Tayah, do Psol para “cobrir” o maior número de cidades possível. Amanhã, enquanto ele estiver em Juruá, Victor estará em Itacoatiara.

“Vamos priorizar os municípios que percebemos a necessidade de estarmos presentes. Nos próximos dias, também estaremos no entorno de Manaus, nas cidades de Manacapuru, Novo Airão e Iranduba, mas tudo depende da nossa condição financeira”, disse. Castro que já foi prefeito do município de Envira, revela que também deverá comparecer à cidade, onde tem muitos amigos. “Nossas viagens ao interior irão depender muito das doações recebidas”, acrescentou.

Marcelo Serafim (PSB) afirma que a equipe de campanha está analisando a elaboração do roteiro para o interior e como a divulgação chega de forma acelerada às redes sociais e TV, pretende ir visitar cidades somente na próxima semana. Ele salienta, ainda, ser impossível cobrir todo o interior amazonense por conta da limitação de tempo e recursos financeiros. “Vamos tentar cobrir a região metropolitana e as maiores cidades”, assinalou.

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM) e candidato ao pleito suplementar, Wilker Barreto (PHS), confessa não ter condições de percorrer todo o Estado e enumera que chegará a 12 ou 13 cidades, no máximo. Para ele, a impossibilidade de cobrir o interior em sua totalidade se dá pelo fato de que na maioria das cidades, o acesso é por via aérea.

“Isso exige fretamento de aeronaves com custo muito alto. Tentaremos chegar pelas redes sociais, diretórios e a mensagem de amigos nos municípios que o Wilker não for fisicamente”, disse o candidato.

Ajuda de amigos

Wilker revela que a campanha tem se fortalecido com amigos do PHS e de partidos coligados. “Temos voluntários trabalhando com os nossos diretórios no interior e amigos também têm atuado voluntariamente na multiplicação das propostas de Wilker Barreto”, acrescentou.

A coligações Movimento pela reconstrução do Amazonas, de Amazonino Mendes (PDT); Coragem para Renovar, de Rebecca Garcia (PP), e Compromisso com o Amazonas, de José Ricardo (PT), não divulgaram informações sobre o calendário de campanha no interior do Estado.

Fabiane Morais

EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir