Mundo

Candidato republicano propõe rastrear imigrantes como se fossem pacotes

O pré-candidato republicano à presidência e governador de Nova Jersey, Chris Christie, disse na noite deste sábado (29) que, se vencer as eleições, irá propor um sistema similar ao usado por empresas de entrega para rastrear os imigrantes ilegais nos Estados Unidos.

“A qualquer momento, a FedEx pode te dizer onde está seu pacote. Se está no caminhão, no avião ou na estação. No entanto, nós deixamos as pessoas com vistos entrarem no país e, um minuto depois, perdemos o contato”, disse, durante um comício em New Hampshire.

“Precisamos de um sistema que rastreie você desde o momento em que chega e, quando seu tempo acaba, nós vamos até você e dizemos ‘com licença, obrigado por vir, hora de ir embora’, dando um tapinha no ombro”, explicou.

Ele disse que 40% dos imigrantes ilegais do país são admitidos por vias legais e depois ficam em território americano além do tempo permitido.

Christie prometeu chamar Fred Smith, fundador da FedEx, para trabalhar no governo. A empresa não se pronunciou.

A dureza de discurso com relação aos imigrantes ilegais, mostrada pelo magnata Donald Trump, também candidato presidencial republicano e favorito nas pesquisas, fez com que muitos de seus rivais conservadores endureçam suas falas e propostas migratórias.

Há alguns dias, Christie disse estar aberto a aceitar uma das propostas mais polêmicas de Trump: eliminar o direito à cidadania americana por nascimento reconhecido na Constituição.

“Acho que esta questão deve voltar a ser avaliada à luz das atuais circunstâncias. O direito à cidadania por nascimento teve sentido em algum momento de nossa história, mas atualmente precisamos repensar isso”, disse ele em entrevista a uma rádio americana.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir