País

Candidato de lista de espera do Prouni deve entregar documentos nesta terça

Os alunos que estão na lista de espera do Prouni (Programa Universidade para Todos) do segundo semestre têm até esta terça-feira (19) para entregar a documentação exigida na universidade em que se candidataram.

O candidato teve até o dia 11 de julho para indicar interesse em participar da lista de espera. A lista dos documentos necessários está disponível no site do Prouni (http://siteprouni.mec.gov.br/documentacao.php). As listas de aprovados foram divulgadas nos dias 13 e 27 de junho.

O Prouni é um programa de bolsas para estudantes de baixa renda ingressarem em instituições privadas de ensino superior. Nesta edição, o MEC (Ministério da Educação) oferece 125.442 bolsas de estudo, entre integrais e parciais (50% de desconto), em instituições de ensino superior. Dessas, 68.350 são parciais. De acordo com o órgão, são cerca de 9.000 bolsas a mais do que no mesmo período de 2015.

Para participar, o candidato precisava ter participado do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2015 e ter obtido no mínimo 450 pontos na média das notas do exame e não ter tirado nota zero na redação.

Além disso, o candidato precisava ter cursado todo o ensino médio na rede pública ou ter sido bolsista integral em escola privada; não ter diploma de ensino superior e renda familiar mensal per capita de até três salários mínimos (R$ 2.640). O critério de renda, entretanto, não se aplica a professores da rede pública que desejam obter a bolsa para estudar em curso de licenciatura.

Enem
No dia 8 de janeiro, o Ministério da Educação divulgou os resultados do Enem 2015, que podem ser consultados no site do Inep (http://enem.inep.gov.br/participante/#/inicial). O sistema possibilita que o estudante use a nota do Enem para entrar em diversas universidades públicas, como a Unesp (Universidade Estadual Paulista) e a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). O único requisito é ter tirado nota acima de zero na prova de redação.

A edição deste ano do Enem teve 7,7 milhões de inscritos, mas 25% deles (1,9 milhão) não participaram dos dois dias de testes. Esse foi o menor índice de abstenção desde 2009.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir