Sem categoria

Campanha ‘Salve o Sauim’ é lançada na Aleam

 A campanha tem como objetivo estabelecer políticas públicas para criar unidades de conservação no Estado, a fim de evitar a extinção da espécie - foto: divulgação

A campanha tem como objetivo estabelecer políticas públicas para criar unidades de conservação no Estado, a fim de evitar a extinção da espécie – foto: divulgação

Foi lançada na manhã desta terça-feira (20), no auditório da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), a campanha ‘Salve o Sauim’, que tem como objetivo estabelecer políticas públicas para criar unidades de conservação no Estado, a fim de evitar a extinção da espécie.

Para o coordenador da campanha, Maurício Noronha, a construção e o fortalecimento do sauim como símbolo de Manaus fará com que a conservação ganhe visibilidade e seja amplamente discutida na sociedade.

“A ideia é conscientizar, sensibilizar, engajar a sociedade para a conservação do sauim-de-coleira. Queremos que os amazonenses sintam orgulho de serem os guardiões desse primata tão especial. O que estamos pedindo na nossa campanha é que se criem unidades de conservação nos últimos blocos de floresta que sobraram dentro da área de distribuição do sauim, que já ocorre de forma muito restrita, em parte nos municípios de Manaus, Rio Preto da Eva e Itacoatiara, com apenas 7.500 km²”, explicou.

Durante o evento, que ocorre no Dia do Sauim, houve o lançamento do livro ‘Sauim-de-coleira: a história de uma espécie ameaçada de extinção’. A obra conta a história do macaco singular e fascinante, cuja sobrevivência depende de muita tenacidade e trabalho em equipe.

Homenagem

O deputado Serafim Corrêa (PSB), durante o lançamento da campanha, foi homenageado com o mérito conservacionista 2015.

Serafim Corrêa foi homenageado com o mérito de conservacionista 2015- foto: Marcelo Araújo/Ascom

Serafim Corrêa foi homenageado com o mérito de conservacionista 2015- foto: Marcelo Araújo/Ascom

“O sauim-de-coleira, o mascote da cidade de Manaus, é algo que só nós temos. Precisamos preservar para não perdê-lo. Nesse sentindo, todos os movimentos são muito importantes. Quero lembrar que Luciana Valente, ex-secretária municipal de meio ambiente, durante a minha gestão como prefeito, e eu, começamos essa batalha em 2005. Naquela época, fizemos gestos simbólicos com a ideia de chocar a população e chamar atenção para o problema e, na primeira ornamentação de Natal em Manaus, colocamos um sauim vestido de Papai Noel. Até fomos incompreendidos naquele período, mas hoje, recebemos o reforço de tanta gente boa e vamos avançar para manter em Manaus o que é o seu símbolo, o mascote sauim-de-coleira.”, disse Serafim.

Para o parlamentar, a conectividade entre as reservas florestais são fundamentais para a preservação da espécie. “Vamos manter acesa essa chama, essa luta em defesa da espécie para que os fragmentos florestais tenham conectividade. Isso é muito importante. Devemos evitar, por exemplo, a interrupção entre a ligação da Reserva Florestal Adolpho Ducke e a reserva do Centro de Instrução de Guerra na Selva. Se for construída uma estrada ali, por exemplo, os sauins que habitam nas reservas, entre os espaços, não poderão se comunicar e terminarão morrendo no leito da estrada”, defendeu o parlamentar.

A campanha é uma iniciativa da Fauna e Flora Consultoria, juntamente com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA); Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio); Centros Nacionais de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade da Amazônia e Primatas Brasileiros; Plano de Ação Nacional para Conservação do Sauim-de-Coleira; Sociedade de Zoológicos e Aquários do Brasil, Ministério Público Federal, Projeto Sauim-de-Coleira da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Primate Education Network e Durrel Wildlife Conservation Trust.

Com informações da assessoria de comunicação

1 Comment

1 Comment

  1. joelson

    20 de outubro de 2015 at 19:40

    É uma excelente oportunidade para conscientizar a população da importância de se preservar a natureza na cidade de Manaus, pois o que o vermos e um completo descaso com o meio ambiente em nossa cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir