Dia a dia

Campanha contra abusos a jovens recomeça dia 16 em Manaus

Uma série de atividades deve acontecer de amanhã até segunda-feira como forma de alertar para a exploração sexual – Alberto César Araújo

Uma série de atividades deve acontecer de amanhã até segunda-feira como forma de alertar para a exploração sexual – Alberto César Araújo

O governo do Amazonas lança a 14ª Campanha de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes com o tema “Esquecer é permitir. Lembrar é combater.”. A programação acontece de 16 a 19 de maio em vários pontos de Manaus com caminhadas, panfletagem, bandeiraços e flash mob (dança sincronizada).

Criado conforme a Lei Federal nº 9.970 de 18 de Maio de 2000, quando foi instituído o dia nacional da campanha para sensibilizar a sociedade sobre o problema, o governo do Estado também aderiu à ação e neste ano acontece em parceria com as Secretarias de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), de Assistência Social (Seas), de Educação (Seduc), Fundo de Promoção Social (PFS), Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh) e Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca), Conselhos Tutelares, Conselho Municipal da Criança e do Adolescente e Comitê Estadual de Enfrentamento Sexual contra Crianças e Adolescentes, além de várias organizações não governamentais .

O movimento que inicia amanhã, às 8h, com uma grande ação coordenada entre os parceiros em sete pontos da cidade onde os participantes vão apresentar flash mob, ou seja, coreografias sincronizadas. Nos locais vão ser entregues panfletos e cartilhas com informações sobre o tema. No domingo (17) acontece um ato unificado sobre o tema e contra a redução da maioridade penal, no calçadão da Ponta Negra com várias atividades de conscientização à população. A agenda do dia “D” (18) será das 8h às 10h no Centro de Manaus com uma caminhada que parte do Largo Mestre Chico e vai até o Mercado Adolpho Lisboa. Para encerrar a programação uma outra caminhada será realizada nos arredores da Bola do Produtor, Zona Leste.

A campanha acontece anualmente, é permanente e tem caráter educativo. “Informar a população é muito importante. Uma sociedade informada sobre a violência contra nossas crianças e adolescentes deve se unir para combater esse crime e o combate deve ser diário.  Uma das formas é denunciar pelo disque 100, por exemplo”, enfatiza a titular da Sejusc, Graça Prola.

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir