Política

Caminhões ameaçam jogar lixo na praça da cidade de Coari

unnamed01

Empresas terceirizadas alegam que estão há seis meses sem receber repasses da prefeitura de Coari – foto: divulgação.

Donos de empresas de limpeza urbana terceirizadas da Prefeitura de Coari (a 363 quilômetros de Manaus) ameaçaram jogar lixo na praça da cidade, na manhã sexta-feira (26), caso o repasse de contratos atrasados não seja quitado.

Um dos empresários com caçambas alugadas (seis) para os serviços de limpeza urbana da prefeitura de Coari, Nelson Adalberto, conta que está há seis meses sem receber a verba.

“Não temos condições de trabalhar. Tenho 15 funcionários sem receber salários desde fevereiro”, desabafou.

De acordo com a Secretaria de Comunicação de Coari, houve uma reunião com alguns empresários nesta sexta-feira e foi firmado um acordo para o pagamento de uma parte dos débitos atrasos.

“Foi feito um levantamento no setor financeiro e há apenas 1 mês de repasse em atraso da atual gestão. Desde que o atual prefeito assumiu, em 8 de fevereiro de 2014, até a data atual, não temos dívidas”, amenizou.

O secretário de comunicação, Daniel Maciel, afirmou que a situação é delicada, pois a prefeitura não tem como quitar os atrasos da antiga administração.

“Os débitos cobrados pelos empresários são do prefeito cassado, Adail Pinheiro, e a prefeitura não tem dinheiro para quitá-los”, alertou.

Prefeito Cassado

O ex-prefeito de Coari, Adail Pinheiro, foi cassado e condenado a dois anos, sete meses e três dias de detenção em regime fechado.

Adail cumpre pena no Batalhão da Polícia Militar do Amazonas, em Manaus, por denúncias feitas contra ele durante a operação ‘Estocolmo’, caso de exploração sexual infantil que teve repercussão nacional.

Por Stênio Urbano Muniz (EM TEMPO Online).

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir