Dia a dia

Câmara Nipo Brasileira do Amazonas doa horta para escola na Zona Norte

O objetivo da horta é despertar nas crianças o interesse pelo cuidado ambiental - foto: divulgação

O objetivo da horta é despertar nas crianças o interesse pelo cuidado ambiental – foto: divulgação

A Câmara Nipo Brasileira do Amazonas realizou na manhã desta sexta-feira (15), a entrega de uma horta para a Escola de Educação Infantil Professor Caio Carlos Frota de Medeiros, localizada na alameda A, residencial Viver Melhor, 1ª etapa, na Zona Norte da capital.

A câmara é formada por todas as empresas japonesas situadas no Polo Industrial de Manaus (PIM). O objetivo da horta é despertar nas crianças o interesse pelo cuidado ambiental.

Para a diretora da escola, Geise Roque, a horta vai ajudar na alimentação das crianças e também vai ensina-las para cuidar de algo que vai beneficia-los. “Me sinto muito feliz com esse projeto, é gratificante ver as crianças cuidado da horta. Isso vai servir tanto na alimentação delas, quanto para ensina-las a importância de plantar e cuidar de algo que vai servir para elas ”, disse a educadora.

Alguns pais de alunos também participaram do evento e ficaram agradecidos com ação realizada na escola. “Esse contato com a natureza vai ser maravilhoso para o crescimento dessas crianças, estou agradecida com o projeto”, falou Ana Pontes, 33, mãe de um dos alunos.

Para a dona de casa Fabiana da Silva, 40, que tem um filho autista que estuda na escola, o projeto estimula a conscientização dos pequenos. “Para o meu filho que é autista, vai ser maravilhoso esse contato com a terra. Tenho certeza que vai ajudar ainda mais no desenvolvimento dele”, relatou a mãe.

O vice-presidente da Câmara, Iuquio Ashibe, explicou que a câmara tem várias comissões e uma delas é a que se preocupa com a questão ambiental e social das cidades, onde as empresas que fazem parte do grupo estão situadas.

“Esse projeto é uma forma de retribuição nas cidades onde temos empresas instaladas. Com a horta, as crianças vão aprender o manejo e vão transmitir para seus pais e com isso poder despertar o interesse também nas famílias”, comentou o vice-presidente.

Ashibe acrescentou ainda que as escolas que se interessarem pelo projeto, devem procurar a comissão e agendar uma visita na unidade escolar.

Por Mara Magalhães (especial EM TEMPO Online)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir