Sem categoria

Cães atacam e matam em chácara no Tarumã, Zona Oeste

Filhotes de cachorros criados por Ingrid de Souza foram mortos pelos rotweillers de Sabino - foto: divulgação

Filhotes de cachorros criados por Ingrid de Souza foram mortos pelos rotweillers de Sabino – foto: divulgação

Desde 2013, a administradora de empresas Ingrid de Souza vem contabilizando prejuízos com a perda de animais que passou a criar na Chácara Shalom, no ramal da Fonte, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

Carneiros, patos, galos e outras espécies teriam sido atacados e mortos por cachorros do ex-deputado federal Sabino Castelo Branco, que possui uma propriedade ao lado.

De acordo com Ingrid, cerca de 30 animais são mantidos ali, a maioria da raça rotweiller. “Nos fins de semana, trago meus filhos para passear aqui. Minha mãe é professora e, frequentemente, realizamos encontros com pais e a equipe da escola onde trabalha. Por isso, temo pela vida da minha família. São bichos criados para matar”, diz.

O caseiro Antônio Lúcio Pinto mora com os três filhos no local e afirma ter presenciado o ataque de dois cachorros. “Ontem à noite (terça) não conseguimos dormir direito, com medo de que eles invadissem a chácara. Já tentamos conversar com o caseiro, mas ninguém atende”, diz.

Numa manhã em maio passado, Lúcio encontrou os membros da cadela Branquinha, adotada por Ingrid, espalhados pelo terreno.

Neste ano, Sabino se mudou para a vizinhança, que era ocupada há dois anos pelo filho, o vereador Reizo Castelo Branco (PTB). Na época, Reizo resolveu construir um lago, aproveitando o curso do rio Tarumã, cuja nascente fica no sítio Shalom. “Ele então mandou erguer um muro no limite do terreno, mas a obra foi interrompida. Instalaram uma tela junto aos tijolos, o que não resolveu nada. Os cachorros passam por ali”, relata Ingrid.

A reportagem entrou em contato com a secretária do vereador Reizo Castelo Branco mas, até o fechamento desta edição, não obteve resposta sobre a denúncia.

Por Daniel Amorim (equipe EM TEMPO)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir