Dia a dia

Cabo da PM é presa por suborno a colega durante blitz na Zona Leste

O caso foi registrado 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP) - foto: Arthur Castro

O caso foi registrado 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP) – foto: Arthur Castro

A cabo da Polícia Militar Celeste Magalhães Brasil, 47, foi presa na madrugada desta quarta-feira (13), após tentar subornar um colega de farda durante uma blitz. Já o namorado dela, Adam Vilhena Neves, 29, foi detido por posse de entorpecente. O fato aconteceu na rua Brasília, bairro Coroado, Zona Leste de Manaus.

Policiais militares da 11ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), realizavam uma blitz, na rua Brasília, no momento que a cabo e o namorado pararam na barreira em um veículo modelo Corola de placa OAS-2653, durante a fiscalização de rotina. Foram encontradas dentro do carro duas bolsas, e em uma delas a quantia de R$1.500 em espécie, na outra tinha uma porção de maconha.

Diante dos fatos, o tenente da 11ª Cicom, Anderson Molaz Ferreira, conduziu o casal até ao 9ºDistrito Integrado de Polícia (DIP), onde eles assinariam um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO), por posse de entorpecente, porém, no decorrer do caminho, a cabo ofereceu R$ 1.500 ao tenente para ele liberá-los da ocorrência.

O tenente, porém, não aceitou a proposta e deu voz de prisão a cabo. Ao chegar no 9ºDIP, o policial explicou a situação ao delegado, onde a mulher foi indiciada pelo crime de suborno. O namorado dela assinou o TCO e foi liberado.

A cabo foi levada para o Batalhão de Guarda da Polícia Militar, bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte da cidade, onde passará por uma audiência de custodia, na tarde de hoje, para saber se ela responderá pelo crime em liberdade ou presa.

A reportagem entrou em contato com assessoria da Polícia Militar, que ficou de enviar uma nota referente ao assunto.

Por Mara Magalhães

Com informações de Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir