Esportes

Brasil vira o jogo e vence tetracampeões mundiais no Polo Aquático

Depois de superar a Austrália e passar pelo Japão, os brasileiros garantiram uma vaga nas quartas de final, resultado histórico na modalidade – foto: Ministério dos Esportes

Depois de superar a Austrália e passar pelo Japão, os brasileiros garantiram uma vaga nas quartas de final, resultado histórico na modalidade – foto: Ministério dos Esportes

O roteiro não era favorável para a seleção masculina de polo aquático. Entrar na água na noite desta quarta-feira (10.08), no Parque Aquático Maria Lenk, no Parque Olímpico da Barra, para enfrentar a chuva, o vento, o frio e a Sérvia — atual campeã mundial e tricampeã da Liga Mundial. Os jogadores brasileiros superaram as adversidades, viraram a partida e conseguiram o que muitos julgariam senão impossível, improvável: vencer a equipe favorita ao ouro, por 6 x 5.

Foi a terceira vitória em três jogos dos comandados do técnico croata Ratko Radic no torneio olímpico. Depois de superar a Austrália, por 8 x 7, e passar pelo Japão, por 16 x 8, os brasileiros garantiram uma vaga nas quartas de final, resultado histórico na modalidade.

Autor do gol que garantiu a vitória brasileira, Gustavo Guimarães, conhecido como ‘Grummy’, fez questão de lembrar que a vitória histórica não foi um trabalho de 33 minutos, mas de três anos de treinamento e de toda uma equipe.

“Nós nunca tivemos uma arquibancada lotada assim, com a torcida incentivando, sendo um jogador a mais. Não tenho dúvida que este resultado de hoje também se deve a torcida. A atitude do time fez muita diferença. É o resultado de um trabalho a longo prazo. É um trabalho dia a dia, treinando oito horas, de sacrifício e com o melhor técnico do mundo”, disse.

O defensor Felipe Silva foi além. “Sem sombra de dúvidas foi a principal vitória da história do polo brasileiro. Isso nos dá força para continuar mais e para buscar a medalha inédita”, comemorou.

“Este tipo de jogo é muito difícil, tanto fisicamente quanto psicologicamente. Na parte psicológica nós estivemos muito bem e mostramos uma característica de uma grande equipe. Isso mostra que podemos jogar contra seleções deste nível, além de mostrar que somos competitivos”, avaliou Ratko Radic.

O treinador da equipe nacional avalia que seus jogadores já alcançaram o primeiro objetivo traçado para o torneio. “Conseguimos classificar para a próxima chave. Era a nossa primeira missão. Agora, vamos pensar na próxima partida”, contou.

O jogo

O polo aquático é disputado em quatro tempos de oito minutos. De touca branca, o Brasil entrou na piscina com Slobodan Soro, Jonas Crivella, Bernardo Gomes, Adrián Baches, Felipe Silva, Josip Vrlic e o capitão Felipe Perrone.

O primeiro tempo foi dos sérvios, que mostraram porque são favoritos a brigar por medalha no Rio 2016. Muito consistentes na defesa, a equipe também subia bem ao ataque e abriu o placar com Filip Filipovic. No fim do primeiro tempo, a Sérvia ampliou com Randelovic Sava.

No segundo tempo o Brasil demorou, mas conseguiu furar o bloqueio tático dos europeus. A Sérvia abriu o placar com Josip Vrlic e ampliou em seguida, com Dusan Mandic. No entanto, para o delírio da torcida brasileira que lotou as arquibancadas do Maria Lenk, Felipe Perrone diminui a vantagem, em 3 x 2. Faltando dez segundos para o fim do segundo tempo, a seleção empatou com Adrian Baches.

Foi quando o goleiro brasileiro Slobodan Soro virou protagonista da partida. Pegou pênalti, fez defesas difíceis e impediu os sérvios de ampliarem o placar no terceiro tempo. Com o gol fechado, o ataque brasileiro fez o seu papel. Bernardo Gomes virou para o Brasil e o Josip Vrilic ampliou para 5 x 3.

No último tempo, a defesa brasileira continuou fazendo a sua parte. Os campeões mundiais chegaram a empatar a partida, mas vitória brasileira foi sacramentada com um gol de pênalti marcado por Grummy, fechando a partida em 6 x 5.

Por Ministério dos Esportes

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir